São Paulo empata com a Chapecoense e segue a sete pontos do Cruzeiro

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2014 23h56
CHAPECÓ,SC,22.10.2014:CHAPECOENSE-SÃO-PAULO - Lance durante a partida entre Chapecoense SC e São Paulo SP em partida válida pela Série A do Campeonato Brasileiro 2014, no Estádio Arena Condá em Chapecó (SC), nesta quarta-feira (22). (Foto: Jardel da Costa/Futura Press/Folhapress)São Paulo e Chapecoense não saíram do 0 a0

O São Paulo perdeu a chance de diminuir a diferença para o líder Cruzeiro nesta quarta-feira ao empatou em 0 a 0 com a equipe da Chapecoense na Arena Condá.

O resultado levou o time paulista a 53 pontos, ainda na segunda posição do Campeonato, com os mesmo sete pontos atrás do Cruzeiro, que empatou com o Palmeiras no jogo do Mineirão, às 19h30. Já a Chapecoense não viu sua posição alterada com o ponto ganho na partida, e permaneceu na 15ª posição.

O jogo: A Chapecoense fez valer o mando e dominou a partida no início. Nos dez primeiros minutos, foram três chances de gol, mas nenhuma levou tanto perigo a Rogério Ceni. A primeira tentativa do São Paulo foi aos 14 minutos, após rebote da cobrança de escanteio, com Souza, mas a zaga da Chapecoense afastou.

Com boas jogadas pelas laterais do campo, a equipe catarinense seguiu forçando o jogo, e aos 16 minutos Rodrigo Biro chutou forte, para defesa do goleiro são-paulino. Aos 31, mais uma oportunidade para o time da casa: após cruzamento, Leandro tentou o desvio, mas errou o gol. O primeiro tempo, que ficou turbulento na metade final, com muitos erros de passe das duas equipes, ainda teve mais uma grande chance de gol da Chapecoense, com o atacante Tiago Luis. Ele invadiu a área e bateu em direção ao gol, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Na segunda etapa Osvaldo, que entrou no lugar de Ewandro, arriscou logo aos cinco minutos, e Denílson, no rebote, quase abriu o placar. Os visitantes passaram a atacar mais, e Souza também teve boa chance aos 29 minutos, mas um desvio da zaga afastou o perigo.

Aos 30, Paulo Miranda recebeu cartão vermelho após cometer falta na entrada da área da Chapecoense, e com um a menos o São Paulo perdeu um pouco da força ofensiva. Osvaldo ainda teve uma grande chance de tirar o jogo do 0 a 0 aos 38 minutos, mas viu o goleiro Danilo se antecipar na defesa.

O empate ainda adiou o recorde de Rogério Ceni, que poderia se tornar o jogador com mais vitórias com a camisa de um mesmo clube: 590.

Na próxima rodada a Chapecoense recebe o Santos no sábado, às 18h30, na Arena Condá, enquanto o São Paulo volta ao Morumbi para enfrentar o Goiás, na segunda-feira, às 20h30.