São Paulo renova contrato para receber o GP do Brasil de F-1 até 2020

  • Por Jovem Pan
  • 11/04/2014 15h23

Campeão antecipadoVettel na pista em Interlagos

A cidade de São Paulo renovou o contrato para ser sede do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 até o ano de 2020. O acordo ainda tem a opção de ser estendido por mais cinco anos.

O documento foi assinado na manhã desta sexta-feira (11) pelo prefeito Fernando Haddad, pelos representantes da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e pelos representantes da Interpro, empresa que organiza o evento no país.

A vice-prefeita Nádia Campeão, que esteve presente na cerimônia do novo contrato, falou sobre o acordo.

“A renovação do contrato é uma notícia muito positiva para a economia da cidade, para o setor do turismo e dos serviços. Mostra que estamos nos preparando para este objetivo de firmar realmente a cidade como um destino de turismo de negócios, de lazer, comercial e, com isso, ampliar as possibilidades de emprego e renda na cidade”, declarou.

Vale lembrar que o Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, está passando por reformas para se adequar às exigências da FIA e o valor da obra é de cerca de 160 milhões de reais, montante que será conseguido por meio do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC, do Turismo. As mudanças no Autódromo de Interlagos começaram no ano passado e devem ser concluídas em outubro de 2015.

Entre as exigências da Federação Internacional de Automobilismo estão o recapeamento da pista e a reforma na área dos boxes, entre outras.

Em 2014, o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 será realizado no dia 9 de novembro e a corrida será a penúltima etapa da temporada.