Schumacher já recebeu mais de mil cartas de admiradores

  • Por EFE
  • 27/01/2014 09h08

Schumacher segue em estado graveSchumacher segue em estado grave

O ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher, sete vezes campeão mundial da categoria, já recebeu mais de mil cartas de admiradores, assim como presentes e objetos pessoais, na clínica onde está internado em Grenoble (França), onde segue em coma há quatro semanas.

As especulações sobre seu futuro continuam a ser tratadas pela imprensa. “Nada indica que os médicos vão despertá-lo em breve”, disse nesta segunda-feira o popular jornal alemão “Bild”.

Schumacher sofreu um grave acidente de esqui nos Alpes franceses em 29 de dezembro. Já a revista “Focus” publicou declarações do neurocirurgião belga Steven Laureys, segundo o qual após um mês em coma induzido costumam ocorrer limitações neurológicas nos pacientes que despertam.

Além disso, segundo o médico a porcentagem dos que conseguem acordar após seis meses em “situação vegetativa” é de 20%, enquanto após um ano este retorno ocorre “em poucas ocasiões”.

Os médicos que cuidam do piloto na clínica francesa se limitaram a dizer, em seus últimos informes, que Schumacher segue em situação “estável”.

A representante do ex-piloto, Sabine Kehm, expressou a total confiança da família na equipe médica que atende Schumacher, que completou 45 anos em 3 de janeiro.

O ex-piloto sofreu lesões cranianas “difusas e sérias” após bater com a cabeça contra uma rocha quando esquiava, com capacete, na estação de Meribel.

Em sua primeira semana de hospitalização, o alemão foi submetido a duas neurocirurgias e os médicos constataram uma leve melhoria em seu estado. EFE