“Se juntasse Mayweather e Pacquiao, daria um lutador perfeito”, afirma Wilson Baldini

  • Por Lucas Reis/Jovem Pan
  • 23/04/2015 12h02
Floyd Mayweather e Manny Pacquiao se enfrentam no próximo dia 02

A luta de Floyd Mayweather e Manny Pacquiao envolve mais do que dois grandes lutadores. O confronto tão esperando, marcado para o próximo dia 02 de maio, opõe os estilos dos rivais dentro e fora dos ringues. O Jovem Pan Online conversou com o jornalista Wilson Baldini, blogueiro do Uol e especialista em boxe, para comparar os estilos dos lutadores que disputarão o Cinturão das Esmeraldas, no MGM Grand, em Las Vegas.

O americano Mayweather, de 38 anos, é conhecido por seu estilo ostentador e mais cauteloso dentro dos ringues. Já Manny Pacquiao, de 36 anos, é adepto da luta franca, além de ser político em seu país, envolvido em muitas causas filantrópicas. Segundo Baldini, aliando os estilos do americano e do filipino, certamente teríamos o maior lutador da história.

“Ver o Mayweather lutar, é um craque, ele é falastrão, ostenta tudo que tem, mas como lutador de boxe é um craque. Já o Pacquiao é aquele estilo que todo mundo que é amante do boxe gosta, que é o cara que vai para o ataque, recebe o porrada, mas bate demais. É um estilo, grosso modo, vamos falar de Rocky Marciano, que terminava com a cara parecendo uma pizza, e o público adorava. Então, se pudéssemos juntar os dois num só, daria um lutador perfeito”, afirmou.

Toda a repercussão em torno de Mayweather x Pacquiao faz do confronto um dos maiores da história. De acordo com Wilson Baldini, um fator é determinante para tamanha repercussão, a internet: “Essa luta é diferente das outras ‘lutas do século’, porque tem um aditivo que é a internet. É uma expectativa absurda, um dinheiro absurdo que está sendo pago para os lutadores. Não acredito até que essa luta seja a maior de todos os tempos, mas com toda a mídia, toda a internet envolvida, essa luta ganha uma magnitude enorme”, destacou o jornalista.

Faltando menos de 10 dias para o duelo, Floyd Mayweather é favorito nas casas de apostas. Para Baldini, porém, se a luta acontecesse tempos atrás, a história seria diferente: “Se essa luta fosse 5 anos atrás, acho que o Pacquiao seria até favorito. Mas ele passou por verdadeiras guerras, diante de adversários muito duros. Ele teve um derrota terrível para o Juan Manuel Márquez. Enquanto o Mayweather é um cara muito esperto no ringue, ele não vai para a troca franca de golpes e, quando tem essa troca, ele é muito esperto, tem uma defesa muito boa. Esse confronto de um estilo tão agressivo contra um mais técnico chama atenção e garante que luta seja realmente tão espetacular.”

Baldini ainda analisou o momento dos dois lutadores como meio-médios, categoria em que vão disputar o cinturão, e destacou que o “Pac-Man” chega com uma poder de nocaute um pouco maior que “Money”: “o Mayweather não tem mais uma grande pegada como meio-médio. O Pacquiao, sim, tem uma pegada um pouco maior, não chega a ser devastador, mas é maior. Dá um equilíbrio, porque acho que a técnica do Mayweather supera um pouco o ataque do Pacquiao, mas ao mesmo tempo o Pacquiao bate mais forte que o Mayweather”, afirmou. “Se os dois chegarem na ponta dos cascos, o equilíbrio vai ser realmente total para essa luta”, completou.