Secretário-geral da Uefa confirma disputa da Liga das Nações a partir de 2018

  • Por Jovem com informações da Agencia EFE
  • 26/03/2014 16h43
Platini se pronunciou e pede mudanças na expulsão em caso de pênalti

O secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino, confirmou nesta quarta-feira (26) que a partir de 2018 começará a ser disputada a Liga das Nações, com as seleções filiadas da entidade.

O representante da entidade não deu muitos detalhes sobre a competição, já que o anúncio oficial será feito amanhã pelo presidente Michel Platini, ao término da reunião do Comitê Executivo da Uefa, que acontece em Astana, no Cazaquistão.

Pelas informações que surgiram anteriormente, a Liga substituiria os jogos amistosos nos períodos entre a disputa de Copa do Mundo e Eurocopa, e as posteriores Eliminatórias. As seleções estariam separadas por divisões, com direito a acesso e rebaixamento.

De acordo com alguns diários ingleses, a competição será dividida em quatro divisões. A elite contaria com as 16 principais seleções do continente.

A reta final do torneio seria composto por dois jogos semifinais e uma decisão, disputada em país neutro, no meio dos anos ímpares.

A definição dos países que iniciariam a 1ª divisão provavelmente serão escolhidas de acordo com o ranking da Uefa. As seleções melhores colocadas são: Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, Portugal, França, Rússia, Holanda, Ucrânia, Bélgica, Turquia, Grécia, Suíça, Áustria, República Tcheca e Romênia.