Seleção: Bruno Prado analisa convocação de Dunga e elogia voltas de Kaká e Hulk

  • Por Jovem Pan
  • 13/08/2015 13h51
Dunga promoveu a volta de Kaká e Hulk

Nesta terça-feira (13), o técnico Dunga realizou a última convocação da Seleção Brasileira antes do início da disputa das Eliminatórias da Copa de 2018. Procurando acertar o time verde e amarela depois do fracasso na Copa América do Chile, o treinador modificou a equipe, deixou importantes nomes de fora, promoveu o retorno de jogadores de peso e surpreendeu com algumas estreias.

Para o comentarista da Rádio Jovem Pan, Bruno Prado, ponto positivo na convocação de Dunga é a manutenção de grande parte da equipe que disputou a Copa América. Bruno analisou as principais novidades e as ausências mais sentidas da lista do treinador brasileiro que disputará amistosos contra Costa Rica e Estados Unidos.

A volta de Kaká

“Gostei, acho que é um jogador que ainda pode acrescentar. Claro, não está no auge dele. Mas é um cara em boa condição e vejo a convocação dele parecida com a do Robinho na Copa América. Não acho que é um cara que o Dunga pensa a longo prazo, mas para uma Eliminatória complicada e em um time com poucos jogadores experientes, o Kaká pode ajudar pelo menos a curto prazo”, analisou Bruno Prado.

Ausência de Philippe Coutinho

“Essa é a maior ausência, não gostei. Acho que o Coutinho acrescenta muito à Seleção. Começou bem o Inglês, fez um ótimo jogo na primeira rodada pelo Liverpool, está jogando em alto nível faz tempo, tem que permanecer no grupo e ser utilizado com muita frequência. Até acho que na Copa América, ele foi titular nos dois últimos jogos, e contra o Paraguai ele fez uma boa partida. Então, não entendi a ausência, eu manteria no grupo, não vejo justificativa para a ausência do Coutinho”, explicou.

Convocação de Lucas Lima

“O Lucas Lima é um bom jogador, merece uma oportunidade. Não acho que seria um absurdo se ficasse de fora, mas não é injusta a convocação. Não vejo o Lucas Lima muito melhor que o Everton Ribeiro, que foi para a Copa América, por exemplo. E agora vai ter chance. Já faz um bom tempo que está jogando bem”, explicou o comentarista da Pan.

Thiago Silva fora

“Acho o Thiago um excelente zagueiro, minha zaga titular seria Thiago Silva e Miranda. Mas parece que é uma questão de falta de confiança do treinador, o Thiago realmente deu alguns motivos. Na Copa América fez um pênalti totalmente desnecessário. Então mostrou descontrole em alguns momentos e isso acaba prejudicando. Mas acho que é um cara que pode voltar”, comentou.

O retorno de Hulk

“Gosto bastante do Hulk, no Brasil é muito contestado, mas está jogando bem e em alto nível na Rússia e joga por um time que disputa a Liga dos Campeões, joga grandes competições. Uma coisa é você falar de convocação de jogadores da China, dos Emirados Árabes, outra coisa é Russia, Ucrânia, Zenit, Shakhtar. São times que estão jogando as grandes competições da Europa. O Hulk jogou bem quando teve oportunidades e estava fora por uma questão do Dunga que o chamou na primeira lista, ele se machucou e voltou antes que a comissão técnica da seleção esperava e o Dunga sentiu uma falta de comprometimento”, analisou Bruno.