Seleção encerra preparação em Teresópolis com dúvidas no ataque

  • Por Agência EFE
  • 05/06/2015 19h44
EFE Dunga escalará Filipe Luis (dir.) como titular. Já no ataque

A Seleção Brasileira completou nesta sexta-feira sua etapa de preparação em Teresópolis para a Copa América com dúvidas no setor ofensivo.

O técnico Dunga não pôde contar nem com Neymar, nem com Douglas Costa, que estão concentrados Barcelona e Shakhtar Donetsk, respectivamente, enquanto o meia-atacante Everton Ribeiro participou hoje de seu primeiro treino com o elenco.

Robinho, com dores no joelho direito, se exercitou na academia do CT da Granja Comary e não foi a campo, enquanto seus companheiros treinavam no gramado.

No treino, Dunga dividiu os jogadores em duas equipes de dez em um trabalho em metade do campo. E, pela primeira vez, o treinador deu a entender qual será a espinha dorsal da equipe que usará no próximo domingo no amistoso contra o México no Allianz Parque, em São Paulo.

Na defesa, sem surpresas em relação a partidos anteriores, deverão jogar o goleiro Jefferson, o lateral direito Danilo, os zagueiros Miranda e David Luiz e o lateral-esquerdo Filipe Luis.

No meio, treinaram Fernandinho, Elias, Philippe Coutinho e Willian. E, no ataque, o escolhido foi o atacante Diego Tardelli, que deve ser o parceiro de Neymar.

A seleção recebeu hoje um pouco de calor do público, e alguns jogadores cumprimentaram e tiraram fotos com um pequeno grupo de convidados ao treino.

A delegação embarca amanhã de manhã para São Paulo e, à tarde, fará um treino a portas fechadas no estádio do Palmeiras. Na próxima quarta-feira, o Brasil vai enfrentar Honduras em Porto Alegre, na Arena do Grêmio, no último amistoso antes de iniciar sua participação na Copa América.