Sem bebidas, festas e extravagâncias: quais jogadores teriam problemas com o código de conduta?

  • Por Jovem Pan
  • 26/08/2015 14h32
Para voltar ao Milan

De volta ao Milan após péssima passagem pelo Liverpool, o atacante italiano Mario Balotelli terá marcação cerrada na equipe rubro-negra. Segundo o jornal La Gazzetta Dello Sport, para colocar Balotelli na linha, o Milan impôs código de conduta com proibições, por exemplo, de corte de cabelos exóticos, roupas extravagantes, visitas a casas noturnas e ao consumo de cigarro. Bebidas alcoólicas também serão controladas e postagens nas redes sociais serão fiscalizadas pela direção do clube.

O Jovem Pan Online listou jogadores brasileiros que certamente se complicariam em muitos desses itens. Confira!

Adriano Imperador

Maior exemplo de jogador acostumado a se envolver em polêmicas fora de campo, Adriano nunca escondeu o carinho pela vida noturna e pela bebida.

Jobson

Outro jogador com problemas na vida extracampo que ofuscam o desempenho dentro das quatro linhas, Jobson virou sinônimo de jogador problema. Problemas com doping, bebidas e desentendimentos na vida pessoal colocam o ex-botafoguense entre um dos atletas que precisariam de um bom código de conduta.

João Vitor

Ex-volante do Palmeiras, João Vitor ficou marcado por dois episódios no Verdão: brigou com torcedores na rua do estádio do Palmeiras e chegou bêbado a um treino da equipe alviverde. Sem um código de conduta, João Vitor não teve carreira longa no clube.

Ronaldinho Gaúcho

Amante da vida noturna e de roupas extravagantes, Ronaldinho é mais um que precisaria de um bom código de conduta para evitar que seu rendimento seja bom no Fluminense.

Bernardo

Baladas, brigas e até confusões nas redes sociais, o ex-vascaíno Bernardo é mais um jogador que virou sinônimo de problema.

Fábio Ferreira

Se o código de conduta de um clube focar nos cabelos extravagantes, o zagueiro Fábio Ferreira, ex-Corinthians e Botafogo, certamente teria muitos problemas.

Daniel Alves

Se o rigor for o mesmo com relação ao vestuário, Daniel Alves certamente seria um dos jogadores que mais teria problemas com um bom código de conduta.

André

Depois de bom início de carreira no santos, o atacante André não conseguiu manter o bom nível e muitos apontam o apreço pela vida noturna como a principal razão para a mal desempenho nos últimos anos. Agora, bem com a camisa do Sport, talvez o centroavante tenha seguido algum código de conduta no clube pernambucano.