Sem Bolt e brasileiros, Liga de Diamante terá última etapa nesta sexta-feira

  • Por Agencia EFE
  • 10/09/2015 21h19

Redação Central, 10 set (EFE).- A última etapa da Liga de Diamante de atletismo será realizada nesta sexta-feira em Bruxelas, na Bélgica, sem o jamaicano Usain Bolt, mas com astros como o americano Justin Gatlin, o cubano Pedro Pablo Pichardo, o francês Renaud Lavillenie e a holandesa Dafne Schippers.

Na competição, que dura quase todo o ano, acontecerá a definição de 16 vencedores da atual temporada, inclusive em provas como os 100 metros rasos, 5000 metros e salto triplo, no masculino, e 200 metros rasos e salto em altura, entre as mulheres.

Nesta etapa final, a pontuação das provas terão pontuação dobrada, assim, o vencedor somará oito pontos, o segundo quatro e o terceiro dois.

Bolt, que poderia ser a grande atração da disputa, preferiu entrar de férias, após a realização do Campeonato Mundial de Atletismo, em que conquistou três medalhas de ouro, nos 100 e 200 metros, e também no revezamento 4×100.

Nos 100 metros rasos, aliás, haverá a definição do grande campeão, com o americano Justin Gatlin partindo com vantagem, já que tem 12 pontos e o vice-líder, o compatriota Tyson Gay, que tem seis, está fora. O também americano Michael Rodgers e o francês Jimmy Vicaut, com cinco, brigam pela primeira colocação geral.

Uma das disputas mais espetaculares entre os homens será no salto triplo, em que o cubano Pedro Pablo Pichardo lidera com 16 pontos, apenas dois a frente do americano Christian Taylor, que por sua vez, é o atual campeão mundial.

Entre as mulheres, a grande atração será a disputa dos 200 metros livres, com duas corredoras dos Estados Unidos, Allyson Felix e Jeneba Tarmoh estando separadas por apenas um ponto (10 a 9). Dessa forma, quem vencer a prova será a campeã da Liga de Diamante.

Nenhum brasileiro participará da competição nesta semana. Fabiana Murer, principal nome do atletismo brasileiro na atualidade, encerrou a temporada com o título do salto com vara no Challenger de Zagreb, na Croácia.

Na competição que será encerrada nesta sexta-feira, a grega Nikoleta Kiriakopoulou já se sagrou campeã da modalidade, que sequer será disputada. EFE