Sem surpresas, 76ers escolhem Fultz na 1ª posição do Draft; Lakers levam Lonzo Ball

  • Por Estadão Conteúdo
  • 23/06/2017 09h18

Armador Lonzo Ball foi a escolha dos Lakers no Draft

Armador Lonzo Ball foi a escolha dos Lakers no Draft

O Philadelphia 76ers confirmou o que era esperado desde que assumiu a primeira escolha do Draft da NBA de 2017. Nesta quinta-feira à noite, em Nova York, a franquia selecionou o prospecto mais desejado da cerimônia, o armador Markelle Fultz, de 19 anos, vindo da Universidade de Washington.

Fultz era considerado por muitos o mais talentoso jogador disponível no Draft, e foi em nome dele que os 76ers buscaram a troca, cedendo aos Celtics a terceira escolha deste ano e outra futura de primeira rodada, em 2018 ou 2019. Ele chega à NBA após somente uma temporada em uma universidade pouco tradicional, na qual anotou médias de 23,2 pontos, 5,9 assistências e 5,7 rebotes por partida.

Também como já era esperado, o Los Angeles Lakers selecionou na segunda posição do Draft o também armador Lonzo Ball. Tido como segundo jogador mais talentoso disponível para a cerimônia, o jogador de 19 anos chega à liga após um ano atuando na UCLA, universidade justamente de Los Angeles.

A opção dos Lakers satisfez o pai de Lonzo, o falastrão LaVar Ball, que chegou a dizer que seu filho derrotaria Michael Jordan em uma partida de um contra um e que o jovem armador só atuaria pelo time de Los Angeles na NBA. Apesar de seu pai, Lonzo Ball impressiona pela qualidade no passe e chega à NBA com médias de 14,6 pontos, 7,6 assistências e seis rebotes por jogo na UCLA.

Com a escolha herdada na troca com os 76ers, os Boston Celtics selecionaram na terceira colocação do Draft o ala Jayson Tatum, também de 19 anos e considerado um dos principais valores disponíveis na cerimônia. O jogador também chega à NBA após somente um ano atuando no basquete universitário, por Duke, com médias de 16,8 pontos, 7,3 rebotes e 2,1 assistências por jogo.

TROCA – Como de costume, a noite de Draft também reserva algumas trocas entre as equipes. E logo no início da cerimônia desta quinta, aconteceu uma bastante significativa, que enviou o ala Jimmy Butler, um dos principais destaques do Chicago Bulls nos últimos tempos, para o Minnesota Timberwolves.

Nos Timberwolves, Butler vai reencontrar o técnico Tom Thibodeau, com quem viveu sua melhor fase nos Bulls. Para ficar com o ala, o time de Minneapolis enviou para o rival de Chicago o armador Kris Dunn, o ala Zach LaVine e a sétima escolha do Draft desta quinta, que acabou sendo o finlandês Lauri Markkanen, pivô de 2,13m que tem o arremesso de três pontos como característica.