Sem sustos, Corinthians defende vantagem com empate e avança na Libertadores

  • Por Agencia EFE
  • 12/02/2015 00h10

Manizales (Colômbia), 11 fev (EFE).- Com uma boa exibição no primeiro tempo e jogando apenas para o gasto no segundo, o Corinthians empatou com o Once Caldas em 1 a 1 nesta quarta-feira no estádio Palogrande, em Manizales, e se classificou para a fase de grupos da Taça Libertadores por ter vencido o jogo de ida, há uma semana.

Nos primeiros 45 minutos, o Timão administrou a vantagem de ter vencido por 4 a 0 na Arena Corinthians da melhor maneira possível, atacando e ficando à frente no placar. Elias foi quem fez 1 a 0. Na segunda etapa, os donos da casa reagiram, mas precisavam de seis gols e marcaram apenas um, com Arango.

Com o resultado, a equipe paulista espantou o fantasma da eliminação precoce ainda na chamada “pré-Libertadores” de 2011, quando caiu para o também colombiano Tolima, e se colocou no grupo 2 da competição, considerado o mais difícil.

A chave terá três campeões continentais, o Corinthians, o São Paulo e o San Lorenzo, que defende o título. Já na Quarta-Feira de Cinzas, na próxima semana, haverá clássico paulista em Itaquera.

O Timão teve os desfalques do lateral Fábio Santos e do atacante Guerrero, expulsos em Itaquera na semana passada. Uendel entrou na esquerda, e Danilo foi escalado como centroavante na vaga do peruano.

No Once Caldas, o técnico José Flabio Torres mexeu em três das quatro peças do meio-campo. Harrison Henao foi mantido e ganhou as companhias de Díaz, Patrício Pérez e Arias. Além disso, o lateral Murillo cumpriu suspensão e deu lugar a Quintero.

Com a ampla vantagem construída na ida, o time visitante jogou com paciência, mas velocidade. Aos oito minutos, Fagner tabelou com Danilo, invadiu a área pela direita e chutou forte, à esquerda do alvo.

O Corinthians trocava passes à espera do momento de dar o bote, que veio, certeiramente, aos 14 minutos. Emerson abriu na direita para Jadson, que tocou para o meio até Elias. O camisa 7 deu um drible da vaca no marcador e deu um leve toque por cima do goleiro Cuadrado, marcando um belo gol.

A resposta dos donos da casa foi praticamente imediata, acontecendo aos 16, mas, atento, Cássio evitou o empate. Arango arriscou de longe e o goleiro corintiano fez a defesa.

A bola ficava no pé do campeão continental de 2012, mas foi o campeão de 2004 quem incomodou, em duas jogadas seguidas. Aos 28 minutos, depois de cruzamento de Quintero pela esquerda, Uendel cortou de cabeça providencialmente.

Um minuto depois, em novo chuveirinho, Gil cortou apenas parcialmente, Patrício Pérez encheu o pé e obrigou Cássio a intervir. O meia ainda tentou novamente aos 34, mas o arqueiro do Timão pegou mais uma.

Mostrando-se vivo na partida, o Corinthians deu trabalho a Cuadrado aos 38 minutos. Depois de uma longa troca de passes, Uendel chutou cruzado da esquerda e tirou tinta da trave. Ainda antes do intervalo, aos 45, Fagner apareceu livre na direita mais uma vez, mas tentou o passe para o meio e desperdiçou a chance.

O Once Caldas voltou com tudo do vestiário, e os primeiros minutos do segundo tempo foram de tensão para a equipe brasileira. Logo com um minuto, depois do escanteio, Ralf cabeceou contra a própria meta e carimbou o travessão. No rebote, o volante se redimiu e salvou em cima da linha.

Aos três, quem salvou foi Cássio. Piedrahita cobrou lateral diretamente para a área, a defesa não cortou e Penco cabeceou no cantinho. O camisa 1 se esticou todo e espalmou.

Num ritmo mais elevado que o do adversário e se mantendo no campo de ataque, o time anfitrião chegou ao empate aos 12 minutos. Emerson errou no meio de campo e ligou o contra-ataque do representante colombiano, Arango pedalou para cima de Fágner, deixou o lateral na saudade e chutou colocado na parede esquerda da rede, tirando de Cássio. Foi o primeiro gol sofrido pelo Timão na temporada.

Empolgado, o Once Caldas continuou em cima e por pouco não virou aos 15. Penco foi acionado livre nas costas da zaga e arrematou por cima do alvo.

O Corinthians enfim levou perigo a Cuadrado aos 24 minutos. Emerson desceu pela esquerda e invadiu a área, mas pegou muito mal na bola e isolou.

O ímpeto dos donos da casa foi ficando cada vez menor, mas Moreno ainda pôde virar o placar aos 35, em duas tentativas. Na primeira, após cruzamento, o zagueiro cabeceou livre para o chão, e Cássio caiu para fazer a interceptação. A jogada seguiu e, na sobra, a bola foi trabalhada na direita até voltar ao defensor, que, com espaço, concluiu para o alto.

None

Ficha técnica:.

Once Caldas: Cuadrado; Piedrahita, Moreno, Camilo Pérez e Quintero; Harrison Henao (Valoy), Díaz (Lopera), Patrício Pérez e Arias (Romero); Arango e Penco. Treinador: José Flabio Torres.

Corinthians: Cassio; Fagner, Felipe, Gil (Edu Dracena) e Uendel; Ralf, Elias, Jadson (Petros) e Renato Augusto; Emerson e Danilo (Luciano). Treinador: Tite.

Árbitro: Darío Ubriago (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Miguel Nievas e Carlos Pastorino.

Cartões amarelos: Penco e Moreno (Once Caldas).

Gol: Elias (Corinthians).

Estádio: Palogrande, em Manizales (Colômbia). EFE