Sergio Pérez: “A corrida aqui em Interlagos é sempre imprevisível”

  • Por Agencia EFE
  • 09/11/2014 00h40

São Paulo, 8 nov (EFE).- O piloto mexicano Sergio Pérez (Force India) afirmou neste sábado que apesar de ocupar o último lugar no grid de largada do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, a corrida do circuito paulista de Interlagos é “sempre imprevisível” e isso pode mudar o resultado previsto.

“A corrida aqui, em Interlagos, é sempre imprevisível portanto ainda podemos sonhar com bons resultados amanhã e ganhar alguns pontos”, disse Pérez a jornalistas no final da qualificação que foi dominada pelos pilotos de Mercedes, o alemão Nico Rosberg e o inglês Lewis Hamilton, líder do mundial.

Pérez declarou: “Não está sendo um fim de semana simples para nós e sabíamos que hoje íamos ter de lutar por causa da falta de rodagem da sexta-feira”, quando o mexicano não pôde estar na segunda sessão dos treinos livres porque o espanhol Dani Juncadella bateu seu carro no primeiro treino.

O mexicano foi punido no Grande Prêmio dos Estados Unidos, disputado há uma semana em Austin (Texas), com a perda de sete postos para a corrida desta semana e por isso suas expectativas em São Paulo não eram as melhores antes dos treinos livres e da classificação.

No entanto, o piloto disse: “Estivemos sempre centrados na corrida e acho que fizemos muitos progressos no final dos treinos nos concentrando em rodízios longos mais que na preparação da classificação”.

Embora tenha evitado comentar sobre sua permanência na Force India, como foi anunciado por um dos diretores da escuderia indiana-britânica para a imprensa, Pérez disse à Agência Efe que está “tranquilo e feliz para o próximo ano”.

O Grande Prêmio do Brasil, a penúltima corrida do mundial deste ano, acontece neste domingo no circuito do autódromo de Interlagos às 14h. EFE

wgm/ma