Sobe para três número de chineses mortos por passar a noite vendo a Copa

  • Por EFE
  • 17/06/2014 08h11
Robben deixa Casillas no chãoRobben deixa Casillas no chão

A imprensa chinesa relatou nesta terça-feira a morte de mais dois torcedores que chegaram ao óbito depois de terem passado várias noites sem dormir para acompanhar os jogos da Copa do Mundo, sendo que uma vítima já havia sido registrada no último sábado por causa desse mesmo motivo.

Após a repentina morte de um jovem chinês de 24 anos, que chegou ao óbito enquanto assistia Espanha e Holanda em Suzhou, no leste do país, a imprensa chinesa noticiou hoje mais dois casos semelhantes, incluindo o caso de um ex-jogador profissional que morreu de ataque cardíaco na cidade de Dalian.

A vítima, identificada como Li Mingqiang, foi jogador profissional durante sua juventude e assistia a partida entre Espanha e Holanda com amigos, destacou a agência estatal Xinhua.

O terceiro caso ocorreu um dia depois – no domingo -, quando um torcedor de 39 anos, identificado com Zhou, morreu em Xangai durante a partida entre Uruguai e Costa Rica. Na ocasião, segundo testemunhas, ele estava acordado há três noites para acompanhar os jogos.

Zhou, que sofria de pressão alta, começou a se sentir indisposto durante o jogo e morreu em um hospital próximo, vítima de uma hemorragia cerebral, destacou hoje o jornal local Shanghai Daily.

As cidades chinesas têm uma diferença de 11 horas de fuso horário com Brasília e, por isso, as partidas da Copa costumam ir ao ar entre meia-noite e 6 horas da manhã no país asiático.

A morte de torcedores por causa da falta de sono também foi registrada em copas anteriores na China, onde as emissoras costumam reprisar as partidas na parte da tarde, embora muitos torcedores optem por assisti-las ao vivo.