“Sortudo”, Malcom desperta, marca e garante Corinthians na liderança

  • Por Lancepress
  • 13/09/2015 13h01
SÃO PAULO, SP, 13.09.2015: CORINTHIANS-JOINVILLE – O jogador Malcon comemora gol durante partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2015; o jogo acontece na Arena Corinthians na manhã deste domingo (13) (Foto: Luís Moura/WPP/Folhapress)Jogadores corintianos celebraram o gol de Malcolm que abriu o placar na vitória sobre o Joinville

Malcom dormiu como reserva, acordou cedo preparado para ver o “rival” Rildo aproveitar com unhas e dentes a oportunidade no setor ofensivo, mas quis o destino que ele terminasse o domingo como titular e principal responsável pela vitória do Corinthians por 3 a 0 neste domingo pela manhã na Arena. Um triunfo que consolidou a liderança do Timão no Brasileirão.

Em baixa com a torcida, que o criticou bastante no empate em 1 a 1 com o Grêmio, na última quarta-feira, no mesmo estádio, o garoto quase nem esquentou o banco. Isso porque o concorrente no ataque lesionou o ombro aos três minutos e deixou a partida. Caminho livre para uma volta por cima ideal.

Dito e feito. Malcom entrou em campo esbanjando vontade. Mais do que isso, ele foi decisivo – diferentemente do companheiro Vagner Love, que perdeu dois gols no primeiro tempo e errou diversos passes.

Com um ataque veloz e habilidoso, o Timão pressionou bastante, mas esbarrou nas falhas de finalização. A defesa alvinegra, por sua vez, pouco sofreu com as inofensivas avançadas do time catarinense.

Cansado de tentar ser garçom, o camisa 21 resolveu ser protagonista. Aos 38 minutos da etapa inicial, o atacante se infiltrou no ataque e, livra de marcação, abriu o placar. Os xingamentos no meio de semana se transformaram em aplausos.

Na volta do intervalo, o Corinthians seguiu levando perigo ao gol de Agenor. Porém, também correu o risco de levar o empate. Aos sete minutos, Felipe salvou uma bola na linha. Mas o dia era mesmo de Malcom. Seis minutos depois, o atacante armou contra-ataque na esquerda, cruzou rasteiro na área e, depois de Jadson chutar errado, Uendel completou o lance e ampliou o marcador.

Lembra do destino? Pois bem, ele também foi favorável a Love. Malcom não poderia brilhar sozinho. Depois de irritar os torcedores, o camisa 99, aos 42 minutos, conseguiu se redimir e fechou o placar: 3 a 0.

Mais do que se garantir como líder, o Timão está agora a uma partida de igualar o recorde de 18 de jogos de invencibilidade desde que o torneio passou a ser disputado por pontos corridos, que pertence ao Atlético-PR (2004) e São Paulo (2008).