Spider desperdiça chance de finalizar, perde para Bisping e fala em “corrupção”

  • Por Jovem Pan
  • 27/02/2016 21h28
during the Middleweight Bout of the UFC Fight Night at The O2 Arena on February 27, 2016 in London, England.Michael Bisping foi heroico ao voltar à luta depois de quase ser nocauteado e venceu Anderson Silva

Anderson Silva sofreu mais uma derrota na carreira. Um ano após ser flagrado no antidoping da luta contra Nick Díaz, o lutador voltou ao octógono do UFC neste sábado (27) para enfrentar o inglês Michael Bisping em Londres, mas acabou derrota por decisão unânime dos juízes.

Apoiado pela torcida, Bisping começou a luta melhor e assustou o brasileiro, inclusive derrubando-o no segundo round. Silva parecia não estar em uma de suas melhores noites, e só conseguiu se recuperar no terceiro round.

Foi quando Spider acertou uma joelhada no rosto do adversário que o nocauteou. Acreditando ter vencido a luta, ele saiu para comemorar, mas o gongo havia soado quando Bisping foi ao chão. O britânico, então, aproveitou a pausa para se recuperar e voltar à luta.

O quarto round foi equilibrado, mas Anderson Silva mostrava estar mais inteiro e voltava a fazer suas tradicionais provocações com a guarda baixa. No quinto round, voltou a ser superior e passava a impressão de que poderia vencer a qualquer momento, mas não o fez.

Ao fim da luta, os juízes foram unânimes: triplo 48 a 47 para Michael Bisping. Revoltando, Spider foi taxativo ao comentar a derrota. “Não tem como vencer de um jeito, eles tentam tirar do outro. Aqui está que nem o Brasil: corrupção total”, afirmou.

Se a decisão foi contestável, menos contestável é o fato de que o brasileiro, talvez por arrogância, desperdiçou as chances de vencer o combate e perdeu a grande chance de voltar com tudo ao UFC.