Splitter tem boa atuação, mas Spurs sofrem virada no fim para os Pistons

  • Por EFE
  • 07/01/2015 05h27
Com cesta no fim

O armador Brandon Jennings acertou um arremesso faltando 0,1 segundos para o fim do tempo regulamentar e deu a vitória ao Detroit Pistons, por 105 a 104, fora de casa nesta terça-feira sobre o San Antonio Spurs, do brasileiro Tiago Splitter.

Jennings foi um dos seis jogadores dos Pistons que terminaram com números de dois dígitos ao anotar 13 pontos. O cestinha da equipe foi o pivô Andre Drummond, que conseguiu um double-double de 20 pontos e 17 rebotes, seguido pelo armador reserva D.J. Augustin, com 19, e pelo ala Greg Monroe, que anotou 17 pontos e 11 rebotes.

Pelo time anfitrião, Splitter teve bom desempenho nos 28 minutos em que participou do jogo ao anotar dez pontos, sete rebotes e duas assistências, enquanto o reserva Jeff Ayres foi o cestinha da equipe com 16 pontos, seguido por Tim Duncan, com 15, e pelo ala-armador Danny Green, com outros 13.

O duelo de hoje também marcou o retorno do armador francês Tony Parker, que esteve ausente dos últimos cinco jogos dos Spurs devido a uma lesão na coxa esquerda. No entanto, Parker jogou por apenas 13 minutos, anotando três pontos e duas assistências. Com isso, a armação acabou ficando a cargo do argentino Manu Ginóbili, que terminou a partida com 11 pontos e oito assistências.

Com a vitória, a equipe de Detroit chegou ao seu sexto triunfo consecutivo, a maior sequência atual na liga junto com o Dallas Mavericks, mas segue na parte de baixo da tabela da Conferência Leste com a marca de 11-23. O próximo compromisso do time da cidade dos automóveis será justamente contra os Mavs, fora de casa, na quarta-feira.

Já os Spurs perderam a sexta das últimas dez partidas e ocupam a sétima posição do Oeste, com 21 vitórias e 15 derrotas. Os atuais campeões têm apenas um jogo de vantagem sobre o Phoenix Suns (21-16), seu próximo adversário no AT&T Center (sexta-feira) e que superou hoje o Milwaukee Bucks, fora de casa, por 102 a 96.