Sporting aumenta valor pedido e Corinthians desiste de contratar Elias

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2014 20h03
RIO DE JANEIRO, RJ, 06.11.2013: COPA DO BRASIL/FLAMENGO x GOIÁS - Gol de Elias - Partida entre Flamengo x Goiás , valida pelo jogo de volta da Copa do Brasil, realizado no Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro. (Foto: Ide Gomes/Frame/Folhapress)Elias foi o grande destaque do Flamengo na semifinal da Copa do Brasil

Depois de muito tentar a contratação do volante Elias, o Corinthians desistiu oficialmente da negociação nesta terça-feira (1). Em nota divulgada em seu time oficial, o clube de Parque São Jorge alegou que a pedida do Sporting foi muito alta e, desta forma, a transação acabou sendo inviável.

Segundo o Corinthians, “depois de longas tentativas, a proposta final do clube português foi de 8 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos do jogador, sendo 4 milhões em dinheiro e 4 milhões em percentuais de jogadores do Corinthians”. O time paulista ainda informou que o Sporting ficaria com metade do valor de uma futura venda.

“Depois de tentar encontrar formas de diminuir o valor para a proposta inicial (4 milhões de euros por metade dos direitos) ou viabilizar a contratação por empréstimo, o Corinthians se vê obrigado a deixar as negociações pelo atleta”, informa o comunicado.

O alvinegro de Parque São Jorge ainda afirma que o clube, o jogador e o pai de Elias fizeram tudo que foi possível para que a contratação fosse concretizada, mas com o iminente fechamento da janela de transferências, as tratativas foram encerradas.

Elias jogou no Corinthians de 2008 a 2010 e conquistou no clube a Série B do Campeonato Brasileiro de 2008, além do Campeonato Paulista e a Copa do Brasil de 2009.

Confira, na íntegra, a nota oficial divulgada pelo Corinthians:

Estão encerradas as negociações entre Corinthians e Sporting (POR) para a contratação do volante Elias. Depois de longas tentativas, a proposta final do clube português foi de 8 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos do jogador, sendo 4 milhões em dinheiro e 4 milhões em percentuais de jogadores do Corinthians. O Sporting ainda ficaria com metade do valor de futura venda.

Depois de tentar encontrar formas de diminuir o valor para a proposta inicial (4 milhões de euros por metade dos direitos) ou viabilizar a contratação por empréstimo, o Corinthians se vê obrigado a deixar as negociações pelo atleta.

Na certeza de que Corinthians, jogador e o pai do atleta fizeram o possível para que a transação acontecesse e tendo em vista o iminente fechamento da janela de transferência, o Corinthians se vê obrigado a esclarecer a situação.