Substituto, Gustavo Henrique vê Werley triste com críticas, mas quer se firmar

  • Por Lancepress
  • 05/08/2015 13h29
Gustavo Henrique quer aproveitar suspensão de Werley para garantir vaga no time titular do Santos

Mesmo sendo um dos titulares mais frequentes da equipe do Santos em 2015, Werley ainda sofre com críticas de parte da torcida alvinegra. No próximo sábado, às 21h, pela 17ª rodada do Brasileirão, o jogador está suspenso pela primeira vez na competição e dará espaço para Gustavo Henrique, que já substituiu David Braz contra o Flamengo e fará seu segundo jogo consecutivo após retornar dos Jogos Pan-Americanos.

Em busca de espaço no time titular, Gustavo Henrique espera aproveitar a nova chance e não deixar mais a equipe. Apesar disso, ele admite que o parceiro está “triste” pelas críticas sofridas, especialmente na sequência de derrotas que afundou o Peixe na zona de rebaixamento do Brasileirão – hoje, após cinco jogos sob o comando de Dorival Júnior, o Alvinegro já está em 15º lugar.

“Acho que eu, da minha maneira, tenho de aproveitar da melhor forma possível as oportunidades que tiver. O Werley é um grande jogador, está treinando forte e está triste com a situação. Não só ele, mas muitos jogadores são criticados. Eu, o Braz… até os jogadores mais experientes. Temos de absorver isso da melhor maneira possível. Ele tem a cabeça boa e está querendo melhorar a cada treino”, afirmou Gustavo, jogador do elenco profissional do Santos desde 2013, e que ano passado não conseguiu sequência em razão de uma grave lesão.

A meta de Gustavo Henrique com a sequência de jogos pelo profissional do Santos em 2015 é finalmente se firmar, com David Braz ou Werley. Contrariado por não ter atuado com frequência na reta final da temporada passada, com Enderson Moreira, ele agora espera agradar diante do Coritiba.

“Para um jogador, estar jogando sempre é muito bom. O jogador sempre tem de querer jogar, o ritmo de jogo é tudo. Desde quando voltei da lesão ainda não tive sequência, tive dois jogos com o Enderson e depois fui para o banco. Agora estou tendo essa oportunidade de novo e vou tentar aproveitar da melhor maneira possível. Depois do jogo contra o Coritiba, se Deus quiser com os três pontos, aí a gente pensa na sequência”, afirmou o zagueiro em coletiva nesta quarta-feira.