Taffarel, Alex, Felipe Mello… e agora R. Gaúcho? Futebol turco abraça cada vez mais brasileiros

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2015 12h21
Apaixonados pelo Brasil

O futebol turco deve ser o novo destino de Ronaldinho Gaúcho que, após deixar o Queretáro-MEX, está próximo de acertar sua ida ao Antalyaspor, quinto colocado no último Campeonato Turco. Fãs do futebol brasileiro, os turcos apostaram, em muitos momentos, em jogadores brasileiros para alavancar o crescimento do campeonato local.

Apaixonados por futebol, os turcos não medem consequências para exaltar seus ídolos e alguns jogadores brasileiros conquistaram os corações dos torcedores locais. Brasileiro com maior destaque no futebol turco, o ex-meia Alex defendeu o Fenerbahçe entre 2004 e 2012, e com três títulos turcos e mais quase 400 gols, o ex-camisa 10 se tornou um dos maiores nomes da história do clube de Instambul, virando até estátua em frente ao estádio do clube.

Também no Fenerbahçe, jogou o histórico lateral Roberto Carlos, que anos mais tarde retornaria ao futebol turco como treinador (trabalhou no Sivasspor e no Akhisar Belediyespor).

Com menos sucesso que Alex, mas ainda com destaque, passaram pela Turquia brasileiros como o ex-goleiro Taffarel, que defendeu o Galatasaray entre 1998 e 2001, e conquistou dois titulo turcos, além de uma Liga Europa. Também no Galatasaray, jogou o meia Elano, hoje no Santos.

Em 2007, o Besiktas decidiu apostar no meia Ricardinho, ex-Santos, Corinthians e São Paulo. Com o jogador pentacampeão mundial com a Seleção, o clube conquistou uma copa da Turquia, em 2007.

Hoje, Bobô e Felipe Mello são ídolos, Diego tenta ocupar o lugar de Alex

Caso acerta sua transferência para o futebol turco, Ronaldinho terá a oportunidade de encontrar muitos brasileiros com carreira consolidada no campeonato local. Felipe Mello, por exemplo, é ídolo no Galatasaray e chegou até a ir para o gol e defender um pênalti para seu time. Ramón, lateral com passagens por Vasco, Corinthians e Flamengo, ganhou destaque no Fenerbahçe, assim com o meia Diego, ex-Santos, que chegou ao clube de Instambul no meio de 2014. Clube de muitos brasileiros nos últimos anos, o Fenerbahçe acertou na última quarta-feira a contratação de mais um jogador tupiniquim: o volante Souza, do São Paulo.

Com menos brilho, mas com bastante Tempo de Turquia, o atacante Bobô, ex-Corinthians joga no país desde 2006, quando chegou ao Besiktas, clube em que se tornou ídolo. Lá, Bobô se tornou o maior jogador artilheiro da história do clube com 97 gols, foi campeão Turco e da Copa da Turquia. Atualmente, o atacante defende o Kayserispor.

Levado por Roberto Carlos para a Turquia, o lateral Cicinho, ex-São Paulo, Real Madrid e Roma, chegou ao Sivasspor em 2013 e tem contrato com o clube turco até o final de 2016.

Treinadores brasileiros na Turquia

Entre 1995 e 1996, o técnico tetracampeão mundial com a Seleção, Carlos Alberto Parreira trabalhou no Fenerbahçe, e lá foi campeão Turco em 1996. Zico foi outro treinador a se arriscar no futebol turco e também dirigiu o Fenerbahçe. Enquanto o Galinho comandou a equipe, seis jogadores brasileiros integravam o elenco do time.