Técnico da seleção inglesa é flagrado em suposto caso de corrupção e deve ser demitido

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2016 09h41
Para Sam Allardyce

O técnico da seleção inglesa, Sam Allardyce, foi flagrado aceitando participar de um suposto esquema de corrupção para burlar as regras de transferências de jogadores na Inglaterra. O jornal inglês The Telegraph colocou repórteres disfarçados de empresários para negociar com o técnico, que toparia receber o valor de 400 mil libras (mais de R$ 1,6 milhões) para participar do esquema.

A história não foi bem recebida entre os ingleses, segundo o comentário de Ulisses Neto na edição desta terça-feira do Jornal da Manhã. O correspondente destaca que Sam Allardyce deve ser demitido em breve pela federação inglesa.

Sam Allardyce, que assumiu a seleção da Inglaterra a pouco mais de dois meses, acreditava estar conversando com um grupo de investidores asiáticos que buscavam lucrar com o futebol inglês. Ele concordou em viajar para Cingapura e Hong Kong e aconselhar os falsos empresários como burlar as regras da federação inglesa e lucrar com isso.

A FA (Football Association) não permite que empresas tenham direitos econômicos dos jogadores desde 2008. O treinador afirmou que não era um problema evitar “estas regras rídiculas”.

Além da negociação em si, o vídeo gravado em câmera escondida e publicado pelo Telegraph mostra Allardyce criticando seu antecessor, Roy Hodgson, afirmando que o treinador não tinha personalidade, e a reforma do estádio do Wembley, taxada pelo treinador como “estúpida”.

O treinador de 61 anos comandou apenas um jogo pela seleção, na vitória por 1 a 0 em cima da Eslováquia pelas Eliminatórias da Copa de 2018.