Técnico do City afirma que “árbitro decidiu a partida” contra o Barcelona

  • Por Agência EFE
  • 18/02/2014 21h23

O técnico do Manchester CityManuel Pellegrini

O técnico do Manchester City, Manuel Pellegrini, afirmou nesta terça-feira que o árbitro sueco Jonas Eriksson “decidiu a partida”, que terminou com a vitória do Barcelona por 2 a 0, no Etihad Stadium, pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

“Não foi imparcial”, disse Pellegrini, que entendeu que a falta do argentino Demichelis sobre seu compatriota Messi aconteceu fora da área e não dentro, como assinalou o árbitro, no lance do pênalti que resultou no primeiro gol do Barça.

“Eriksson não teve nenhum controle sobre a partida. Foi uma péssima decisão pôr um sueco para apitar uma partida tão importante”, declarou Pellegrini, que afirmou que o árbitro “compensou” hoje um “erro” que cometeu contra o Barcelona em um jogo da fase de grupos contra o Milan.

O técnico chileno também fez questão de elogiar a postura do City na partida, que ele considerou “equilibrada”, além de comentar que “o Barcelona teve domínio, mas não criou muitas chances de gol”.

“Apesar de ficar com dez, a equipe teve coragem e personalidade para tentar empatar. O Barça não teve opções de marcar exceto no pênalti”, analisou o chileno, que ressaltou que os seu time teve “duas ou três oportunidades” de superar o goleiro do Barcelona, Victor Valdés.