Técnico do Cruz Azul diz que equipe deixa Mundial com “gosto ruim na boca”

  • Por Agencia EFE
  • 20/12/2014 21h10

Marrakech (Marrocos), 20 dez (EFE).- O técnico do Cruz Azul, Luis Fernando Tena, reconheceu neste sábado que a equipe mexicana deixa o Mundial de Clubes com um “gosto ruim na boca” depois de perder a disputa de terceiro lugar para o Auckland City nos pênaltis, após empate no tempo regulamentar por 1 a 1.

Depois de superar o Sydney Wanderers apenas na prorrogação e perder contra o Real Madrid na semifinal, não vencer a equipe semiprofissional neozelandesa deixou um sentimento de vexame e frustração nos jogadores do time mexicano.

Tena admitiu que o balanço da participação do Cruz Azul é ruim, apesar de afirmar que sua equipe lutou para obter a terceira colocação no torneio neste sábado. No entanto, o treinador defendeu o grupo e disse que a derrota de hoje não pode ser considerada como um fracasso. EFE