Técnico do QPR fala sobre racistas: “não acredito que sejam fãs de futebol”

  • Por Jovem Pan
  • 19/02/2015 16h52

O técnico Chris Ramsey Youtube/reprodução Chris Ramsey

Único técnico negro da Premier League, Chris Ramsey, do Queens Park Rangers, falou nesta quinta-feira (19) sobre o caso de racismo envolvendo torcedores do Chelsea, que impediram, na cidade de Paris (FRA), antes da partida do time londrino contra o Paris Saint-Germain, um torcedor negro de entrar em um trem do metrô.

O treinador foi contundente em suas declarações, mas eximiu os Blues de culpa pelo incidente.

“Eu não acredito que essas pessoas sejam fãs de futebol. Estou interessado para ver o que as autoridades vão fazer para erradicar isso”, disse o técnico. “O futebol como um todo precisa lidar com esses racistas e pessoas fora do futebol também. É um crime. Eles estão agindo de uma maneira que todos pensamos ser uma coisa do passado”, prosseguiu.

No incidente, um britânico filmou o ato racista e o vídeo foi divulgado. O Chelsea ressaltou que vai banir os torcedores que estiveram envolvidos no episódio.

“Eu não culparia o Chelsea por isso. Se tem pessoas com essas visões, elas são intrínsecas em cada dia da vida delas. Ainda que seja algo que tem acontecido no futebol, esses são problemas sociais que se manifestam no mundo real”, observou Ramsey. “Eu vivenciei muito racismo em minha carreira. Eu comecei em 1978, então imagine isso. Racismo não é algo que é erradicado. Ele fica escondido entre nós e aparece nos lugares nos quais você não imagina. Seria bom saber o que as autoridades vão fazer para eliminar essas pessoas e quais as sanções que vão aplicar para tornar isso uma situação evitável no futuro”, finalizou o técnico do QPR.