Temporada histórica de Westbrook chega ao fim após eliminação nos playoffs

  • Por Estadão Conteúdo
  • 26/04/2017 10h22

Westbrook anotou 47 pontosWestbrook anotou 47 pontos

Candidato a MVP (jogador mais valioso) e novo recordista histórico de “triple-doubles” em uma única temporada regular da NBA, Russell Westbrook exibiu mais uma grande atuação, em jogo encerrado no final da noite desta terça-feira, mas se despediu da atual disputa da liga de basquete dos Estados Unidos. O astro caiu junto com o Oklahoma City Thunder na derrota por 105 a 99 para o Houston Rockets, que soube aproveitar o fator quadra para fechar a série melhor de sete partidas dos playoffs em 4 a 1 e avançar às semifinais da Conferência Oeste.

Westbrook fez 47 pontos para terminar o duelo como cestinha disparado, assim como ficou muito próximo de acumular mais um jogo com dois dígitos em três fundamentos ao pegar 11 rebotes e distribuir nove assistências. Porém, ele mais uma vez foi um destaque isolado do Thunder, que acabou novamente suplantado pela melhor atuação coletiva do Rockets, liderado principalmente por mais um desempenho decisivo de James Harden, autor de 34 pontos, oito rebotes e quatro assistências.

Em grande fase, o brasileiro Nenê ajudou os donos da casa com 14 pontos e sete rebotes nos 26 minutos em que esteve em quadra. E os anfitriões contaram com uma performance ainda mais expressiva de outro suplente, Lou Willians, que acumulou 22 pontos e cinco rebotes nos 33 minutos em que foi utilizado pelo time.

Para completar, Patrick Beverley ajudou os Rockets com 15 pontos e oito rebotes em uma partida na qual o Thunder chegou a vencer dois períodos do duelo (o primeiro e o terceiro), pela boa diferença de pontos de 22 a 16 e 33 a 21. Porém, a equipe de Houston exibiu maior força nos outros dois quartos da partida, nos quais somou um total de 68 pontos, contra apenas 44 dos visitantes, resultando assim na contagem positiva de 105 a 99.

Com o triunfo, os Rockets agora esperam pela definição do vencedor do confronto entre San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies para saber quem irá encarar nas semifinais do Oeste. Também na noite desta terça-feira, os Spurs bateram os Grizzlies por 116 a 103, em casa, e ficou em vantagem de 3 a 2 na série entre os dois times.

Assim, o time de San Antonio ficou a uma vitória das semifinais e terá a chance de avançar à próxima fase nesta quinta-feira, quando o seu adversário atuará em casa para se manter vivo nos playoffs. Caso consiga aproveitar o fator quadra, forçará um sétimo e último duelo, pré-agendado para acontecer no domingo, em San Antonio.

Para dar importante passo rumo às semifinais, a equipe do Texas foi impulsionada principalmente por Kawhi Leonard, cestinha do duelo, com 28 pontos, pelo suplente Patty Mills, que fez 20, e por Tony Parker, este autor de 16 pontos e seis assistências.

Destaque também para o veterano argentino Manu Ginóbili, que finalmente marcou os seus primeiros pontos nestes playoffs. Ele saiu do banco para fazer dez ao total, sendo oito deles já no primeiro quarto, quando o Spurs precisou reagir após um melhor início de partida do Grizzlies.

Pelo lado dos visitantes, Mike Conley foi o principal destaque, com 26 pontos, enquanto Marc Gasol ajudou a equipe com outros 17, mas a dupla ficou longe de ameaçar o domínio dos anfitriões, que lideraram o placar nos três últimos períodos da partida após o primeiro quarto ter terminado empatado em 23 a 23.

JAZZ TAMBÉM VENCE – No outro jogo disputada na noite desta terça-feira, o Utah Jazz também deu importante passo para avançar à outra semifinal da Conferência Oeste ao derrotar o Los Angeles Clippers por 96 a 92, fora de casa, e abrir 3 a 2 na série melhor de sete entre as duas equipes.

Assim, o time de Salt Lake City terá a chance de avançar à próxima fase na próxima sexta-feira, quando atuará como mandante diante do rival da Califórnia para fechar a série em 4 a 2. Já ao Clippers não resta outra alternativa a não ser vencer e forçar o sétimo jogo, pré-agendado para acontecer no domingo, em Los Angeles.

Quem levar a melhor nesta série terá pela frente o Golden State Warriors, time de melhor campanha nesta edição da NBA, que na primeira fase dos playoffs “varreu” o Indiana Pacers com quatro vitórias em quatro jogos.

Para vencer fora de casa, o Jazz contou com mais uma forte atuação coletiva, liderada por Gordon Hayward, cestinha do time, com 27 pontos. A equipe teve os suplentes Rodney Hood e Joe Johnson respectivamente com 16 e 14 pontos, enquanto George Hill fez 12 e Rudy Gobert contabilizou um “double-double” de 11 pontos e 11 rebotes. Já o brasileiro Raulzinho atuou por apenas oito minutos e auxiliou os visitantes com dois pontos, um rebote e uma assistência.

Pelo lado dos Clippers, o astro Chris Paul terminou como o cestinha do jogo, com 28 pontos, enquanto JJ Redick também esteve bem ao somar 26. Já DeAndre Jordan fez um “double-double” de 14 pontos e 12 rebotes, mas ele foi o outro único jogador com boa atuação na equipe, que se complicou na luta por vaga nas semifinais.

JOGOS DESTA QUARTA – Os playoffs da NBA prosseguem nesta quarta-feira com dois jogos que desempatarão séries que estão igualadas em 2 a 2. Na capital norte-americana, o Washington Wizards recebe o Atlanta Hawks às 19 horas (de Brasília). Em seguida, às 21h30, o Boston Celtics também tentará aproveitar o fator quadra contra o Chicago Bulls.