Tevez e Mascherano: rivais e colegas com destinos ligados na final da Champions

  • Por Jovem Pan
  • 14/05/2015 21h48
Destinos cruzados: Tevez e Mascherano vivem se encontrando nos campos pelo mundo

Pode ser coincidência ou força do destino. O futebol ligou a vida de Carlitos Tevez e Javier Mascherano de forma a fazê-los se encontrar pelos gramados do mundo inteiro em diversas oportunidades, seja como companheiros de time ou adversários. Conheça a história destes dois argentinos que disputarão, no dia 6 junho, a final da Liga dos Campeões da Europa por Barcelona e Juventus.

Boca Jrs x River Plate

Entre 2001 e 2004, Tevez foi ídolo no Boca, time para o qual sempre torceu e costuma prometer voltar a jogar. Do outro lado, Mascherano era um promissor volante no River Plate, maior rival dos Xeneizes.

Foi o atacante quem se deu melhor nesse tempo de rivalidade: conquistou o Campeonato Argentino, a Libertadores e o Mundial de 2003 e a Sul-Americana de 2004.

Colegas no Brasil

Com o advento dos fundos da MSI, o Corinthians montou um timaço em 2005. Chegaram quatro argentinos: o técnico Daniel Passarella, o zagueiro Sebá e Tevez e Mascherano. Os rivais de Buenos Aires se uniram, no clube paulista, pela primeira vez. Juntos, conquistaram o Campeonato Brasileiro de 2005. O atacante é, até hoje, ídolo da torcida corintiana.

Reedição da dupla na Inglaterra

Após a eliminação do Corinthians para o River Plate na Libertadores de 2006 e o fim da parceria com a MSI, a dupla foi vendida para o exterior. E justamente para o mesmo time: o West Ham, da Inglaterra.

Mesmo num clube de pouca expressão, os argentinos conseguiram se destacar. Principalmente Tevez, que marcou um gol na vitória sobre o campeão Manchester United na última que salvou o West Ham do rebaixamento.

Rivais novamente

Na brincadeira do destino com Tevez e Mascherano, os dois foram para em times rivais mais uma vez. Carlitos foi vendido para o Manchester United, enquanto Javier acabou contratado pelo Liverpool. A nova rivalidade durou até 2009, quando o atacante saiu do United para defender o City.

Novamente, Tevez se deu melhor. Numa equipe que vivia seus melhores anos com Alex Ferguson, ele conquistou seis títulos, entre eles uma Liga dos Campeões e um Mundial de Clubes. Já os Reds, num jejum de conquistas, não levaram Mascherano a levantar troféus.

Caminhos separados

Enquanto Tevez foi para o Manchester City, onde conquistou três títulos, Mascherano foi contratado pelo Barcelona. No time catalão até hoje, o volante conquistou nada menos que nove campeonatos de expressão. Com Guardiola, vieram Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol e Mundial de Clubes.

Colegas de Seleção

Tevez defende a Argentina desde 2003; Mascherano desde 2004. Com a camisa albiceleste, reeditaram por diversas vezes a dupla de Corinthians e West Ham. Não foi uma parceria tão vitoriosa, no entanto, e, mesmo numa geração de astros, a Argentina não conseguiu conquistar as Copas de 2006 e 2010. Em 2014, no Brasil, o atacante ficou de fora enquanto o volante foi um dos líderes do time.