Thiago Silva diz que Brasil jogará por sua “honra” e “dignidade” contra Holanda

  • Por Jovem Pan
  • 11/07/2014 19h18

Capitão defende Felipão de críticas e divide culpa por vexame

Relembre os últimos jogadores convocados por Dunga em 2014

Na última entrevista coletiva antes da decisão do 3º lugar da Copa do Mundo, o capitão da Seleção Brasileira, Thiago Silva, disse o elenco jogará por sua honra e dignidade após a dura derrota para a Alemanha, na última terça-feira, por 7 a 1. O zagueiro reafirmou a sua confiança no trabalho de Luiz Felipe Scolari, que tem a sua cabeça a prêmio após o vexame.

“A motivação, pelo menos da minha parte, é a maior possível. Claro que com um objetivo diferente. É pela nossa honra, nossa dignidade e a motivação de vestir essa camisa está acima de qualquer coisa, independentemente dessa dura derrota. É virar a página e vida que segue”, disse o defensor.

O jogador do Paris Saint-Germain fez questão de elogiar a seleção da Holanda, que segundo ele, poderia estar na final, já que só caiu para a Argentina nas penalidades. Respeitando a equipe que os eliminou em 2010, o capitão revelou que pretende não sair triste de campo como na África do Sul.

Silva ainda defendeu Scolari e dividiu a responsabilidade pela vexatória derrota para os alemães no Mineirão.

“Não é porque ele tá do meu lado, já falei o quanto confiamos nele e do quanto acrescentamos e crescemos em um ano e meio. O momento não é de crucifica-lo por um erro. Quando erra, erra todo o grupo. Ele tem a parcela de erro como temos a nossa. Quem estava dentro de campo somos nós jogadores”, explicou.

O Brasil enfrenta a Holanda, neste sábado, às 17h, no Estádio Mané Garrinha, em Brasília.