Tite garante não ter recebido propostas de Corinthians e Internacional

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2014 09h21
Lorena Ribeiro/Jovem Pan Tite é o convidado do Esporte em Discussão

Mano Menezes não deve mesmo seguir no comando técnico do Corinthians em 2015 e Abel Braga também não tem certeza de que se manterá como treinador do Internacional na temporada que vem. Ambos convivem com o fantasma de Tite, que segue desempregado desde ter deixado o alvinegro paulista no final de 2013. Em entrevista ao canal SporTV, o treinador campeão da Libertadores e do Mundial pelo Timão negou ter recebido promessa dos dois clubes, mas não fechou a porta para uma possível conversa a dupla por onde Tite já obteve sucesso como treinador. 

Corinthians e Internacional seguem firme na briga por uma vaga na Libertadores 2015 e devem se confirmar na competição continental ao final das 38 rodadas. “Eu não tenho proposta de nenhuma das duas equipes. Existem especulações pelos momentos de transição das equipes. É o momento decisivo. Mas claro que sei que, a partir do momento que houver a eleição [disputa acontece em fevereiro no Corinthians] e que o Campeonato Brasileiro terminar, as coisas podem começar a se abrir”, disse em entrevista ao canal televisivo. 

Especulado em diversos times grandes do país, Tite ainda não conseguiu se desvincular do fato de não ter assumido a Seleção Brasileira após a Copa do Mundo de 2014. Contudo, o gaúcho disse estar torcendo para o sucesso de Dunga. “Enquanto brasileiro, nós temos um técnico na Seleção e esse técnico é o Dunga. A partir deste momento, eu manifesto todo apoio e toda sequência a ele”, garantiu. 

O treinador deve assumir um clube no Brasil em 2015 e quer esquecer a frustração de não ter assumido a seleção verde e amarela. “Momento profissional é importante, mas que talvez já passou. Não gosto de falar sobre isso porque soa como choradeira. Luto pra trabalhar e fazer minhas conquistas e não preciso usar um canhão para falar e externar aquilo que eu queria. Estava habilitado e preparado para tal (assumir a Seleção Brasileira), mas agora o técnico é o Dunga e a Seleção segue em frente em seu trabalho”, finalizou.