Tombos, micos, acidentes: confira o que já aconteceu com a tocha olímpica até agora

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2016 14h27

Imagem da Sandra Annemberg animada com a Tocha viralizou na Internet

Imagem da Sandra Annemberg animada com a Tocha viralizou na Internet

No Brasil desde o dia 3 de maio, a chama olímpica está muito longe da mística da mitologia grega. Diz a lenda que o fogo sagrado foi roubado pelo titã Prometeus e, como castigo, ele ficou amarrado em uma árvore onde uma ave comia seu fígado todo santo dia. 

Maior símbolo dos jogos olímpicos, o fogo tem sofrido nas mãos dos brasileiros. Não faltaram tombos, micos e até mesmo gente tentando apagar a tocha.

As confusões estão certamente aumentando o sofrimento do castigo de Prometeus. A Jovem Pan separou os momentos mais curiosos até agora. Confira: 

1. As broncas começaram logo após a chegada da tocha ao país, quando o pugilista Esquiva Falcão criticou a participação da dupla Zezé di Camargo e Luciano no revezamento em Pirenópolis, em Goiás. Segundo ele, os sertanejos em nada contribuíram com o esporte. Por este mesmo motivo, o tenista Fernando Meligeni e o ex-jogador Alex se recusaram a participar da festa.

2. A maior crítica ao revezamento aconteceu durante a passagem da Tocha por Manaus. A onça-pintada Juma foi morta com um tiro de pistola pelo Exército brasileiro após ser exibida como mascote ao público. O animal ameaçado de extinção conseguiu escapar e chegou a ser recapturado, recebendo tranquilizantes, mas, ainda assim, atacou um militar e foi abatido.

3. O espírito olímpico talvez não tenha atingido todos os barasileiros. Em Maracaju, no Mato Grosso do Sul, um homem foi preso por tentar apagar a Tocha com um balde com água. Já em Joinville, em Santa Catarina, um outro homem tentou o mesmo feito, mas dessa vez com um extintor de incêndio. 

4. Enquanto uns tentam apagar, outros tentam conduzir a Tocha a sua maneira. Dona Irene, famosa em emissoras locais pelo Nordeste e em vídeos no Youtube, acendeu sua vassoura com o fogo olímpico durante o revezamento em Mossoró (RN) e saiu correndo com sua versão improvisada.

5. Os tombos merecem um destaque específico. Nem todo mundo que carrega a tocha é atleta ou ex-atleta, ou seja, não deveria ser necessário correr tanto. Uma das quedas mais recentes aconteceu em Franca (SP), com a dona das lojas Magazine Luiza, Luiza Trajano, que se desiquilibrou durante a corrida.

Já o repórter Henrique Arcoverde, da Sportv, levou a pior enquanto tentou dar um pulinho com a Tocha.

6. A passagem da Tocha por Osasco, na última quinta, ficou marcada por um acidente entre dois policiais que caíram de bicicleta, porém o destaque da cena foi um homem que furou o bloqueio para tirar uma selfie do momento da queda.

6. Apesar de vários micos durante o revezamento, um momento emocionante vale ser destacado. Durante a passagem da Tocha em Caruaru (PE) o condutor e os agentes da Força Nacional fizeram uma homenagem à Luiz Gonzaga e cantaram “A Vida do Viajante” durante o percurso.