Toni Kroos admite que pode encerrar carreira no Real Madrid daqui 10 anos

  • Por EFE
  • 13/10/2016 18h24
Reprodução Facebook Nesta quinta-feira

O meia alemão Toni Kroos, que assinou nesta quinta-feira a extensão do contrato com o Real Madrid até 2022, admitiu desejo de encerrar a carreira profissional no clube espanhol, de preferência, daqui dez anos.

“Sempre tive planos para a minha carreira. Quando se olha para ela, pode-se ver que iniciei muito cedo em nível em que é preciso trabalhar muito. Comecei com 17 anos em Munique e estou há nove em um padrão alto. Sigo me sentindo bem em nos próximos seis anos pretendo estar melhor. Depois, penso em me aposentar em alto nível, aos 35, 36 anos”, explicou o campeão do mundo.

Nesta quinta-feira, no estádio Santiago Bernabéu, o craque assinou junto ao presidente do Real, Florentino Pérez, a ampliação do contrato. Depois do ato, recebeu uma camisa do dirigente com o número 2022, em referência ao novo fim do vínculo.

“Todos que me conhecem, sabem que não faço contratos por capricho. Quando me mudei para o Real Madrid, fiz uma reflexão durante muito tempo. Estou me comprometendo por seis anos. Quando acabar, terei 32 e, se as duas partes estiverem bem, terminar minha carreira aqui é uma opção”, garantiu o alemão.

Kroos disse em entrevista coletiva que está feliz por seguir no “maior do mundo”, e que não pensou em deixar o clube na última janela de transferência. Sobre a falta de declarações que manifestassem o desejo de seguir no Real, o meia garantiu que é foi uma opção dele.

“Nós, jogadores, não podemos nos defender contra muitos rumores, por isso, nunca falei nada. Não queria falar. Sei que estou feliz aqui desde o primeiro dia e que não estava pensando em outra coisa que não estar no Real Madrid. Nunca pensei em outra coisa que não jogar aqui no futuro”, explicou.