Uefa multa jogador que mostrou camisa com imagem de Putin

  • Por EFE
  • 18/03/2016 10h22

Dmitri Tarasov exibiu camisa com uma imagem do presidente russo Vladímir Putin

Dmitri Tarasov exibiu camisa com uma imagem do presidente russo Vladímir Putin

A Uefa multou em 5 mil euros o meia Dmitri Tarasov, do Lokomotiv Moscou, por mostrar uma camisa com a imagem do presidente da Rússia, Vladimir Putin, ao fim da partida de ida entre sua equipe e o Fenerbahçe pela fase de 16 avos de final da Liga Europa, informou a entidade nesta sexta-feira.

“A comissão ética e disciplinar da Uefa tomou a decisão de multar o jogador do FC Lokomotiv Dmitri Tarasov em 5 mil euros”, diz o comunicado que informa a punição.

O anúncio coincide com o aniversário do jogador russo, que completou hoje 29 anos.

O incidente aconteceu no dia 17 de fevereiro, quando, após o apito final, Tarasov tirou a camisa do time, exibindo, por baixo, uma com a imagem de Putin usando uniforme militar e a frase “O presidente mais cortês”.

A frase faz referência ao eufemismo “pessoal cortês”, usado pelas autoridades russas para chamar os militares russos sem distintivos nos uniformes e que tomaram o controle de instalações estratégicas da península da Crimeia, na Ucrânia, antes de sua anexação.

O jogador, de 28 anos, explicou que seu gesto foi uma mostra de apoio a Putin.

“É meu presidente. Eu o respeito e decidi mostrar que sempre estou com ele e disposto a apoiá-lo. Na camisa estava escrito tudo o que queria dizer”, disse.

O sétimo parágrafo do artigo 14 do regulamento disciplinar da Uefa proíbe “todas as formas de propaganda política, ideológica e religiosa”