Uefa pune CSKA com três partidas com portões fechados por atos racistas

  • Por Agencia EFE
  • 03/10/2014 14h44
Além de jogar com portões fechados

O Comitê de Controle, Ética e Disciplina da Uefa decidiu punir o CKSA Moscou com três partidas a portõess fechados na Liga dos Campeões, além de multar o clube em 200 mil euros, por causa de atos racistas praticados por seus torcedores no jogo contra a Roma, realizado em 17 de setembro na Itália.

O comportamento racista foi registrado durante a goleada da Roma sobre a equipe russa por 5 a 1 na rodada inicial da competição europeia.

Os atos praticados pela torcida do CKSA foram enquadrados no artigo 14 do regulamento disciplinar da Uefa. O clube também punido pelo artigo 16 devido ao lançamento de fogos de artifícios e rojões em campo.

O CSKA já cumpriu a primeira partida da punição na última terça-feira, quando enfrentou o Bayern de Munique com as arquibancadas vazias.

Além disso, o CSKA está proibido de vender ingressos para seus torcedores nos próximos jogos que atuar como visitante pela Liga dos Campeões.