Valcke mostra satisfação com andamento das obras em Manaus para Copa do Mundo

  • Por EFE
  • 16/02/2014 18h22

Arena AmazôniaArena Amazônia

O secretário-geral da Fifa, Jérome Valcke, mostrou satisfação neste domingo com o andamento dos preparativos para Manaus receber a Copa do Mundo, garantindo que o índice de conclusão das obras é de 97%.

“Há um ano havia questionamentos se Manaus estaria pronta ou não, nos perguntavam o porquê de vir aqui, que era muito quente. Por isso, é muito bom estar em Manaus e ver o grande trabalho que foi feito aqui”, afirmou o dirigente em entrevista coletiva após visita a Arena Amazônia.

Valcke ainda lembrou que a capital amazonense será palco de um importante clássico do futebol mundial, entre as seleções de Itália e Inglaterra, no dia 14 de junho, pela primeira rodada do grupo D.

Além disso, a Arena Amazônia receberá o confronto entre Camarões e Croácia, pelo grupo A, que ainda tem o Brasil, Estados Unidos e Portugal pelo grupo G e Honduras e Suíça pelo grupo E. Os preparativos “extra-campo”, no entanto, também foram elogiados pelo secretário-geral da Fifa.

“Manaus também está de parabéns pela Fan Fest. A localização é fantástica e vai poder acolher milhares de pessoas durante os 64 jogos. Será um lugar para festejar. É um local onde não apenas os que têm ingressos ou que estão em casa vendo pela TV podem fazer parte desse grande evento. Será uma pena se uma cidade não tiver a Fan Fest, porque são os fãs que sairão perdendo”, disse.

Na entrevista coletiva, Valcke ainda foi perguntado sobre a decisão da Fifa sobre a manutenção de Curitiba na Copa do Mundo, mas afirmou que não estava “preparado” para responder sobre o assunto.

Sobre as manifestações, que estão sendo prometidas para o período da Copa, o secretário-geral também foi evasivo, evitando comentar sobre o projeto de lei que endurecimento das penas contra as pessoas que participarem de atos violentos nestes eventos.

“A Fifa não se mete em assuntos políticos e só se preocupa com a organização do Mundial”, afirmou.

Após a visita a Manaus, Valcke embarcou em direção a Brasília, onde visitará o Estádio Nacional Mané Garrincha, que foi utilizado na última edição da Copa das Confederações. Depois, o Beira-Rio é que receberá o dirigente da Fifa. EFE