Valdivia celebra vitória, mas lamenta ausência de Kleina

  • Por Jovem Pan
  • 11/05/2014 13h47
SÃO PAULO, SP - 02.02.2014: PAULISTA/PALMEIRAS x SÃO PAULO - Valdivia comemora seu gol - Partida entre Palmeiras e São Paulo pela 5ª rodada do Campeonato Paulista 2014, no estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), na zona oeste da cidade, neste domingo. (Foto: Cesar Greco/Fotoarena/Folhapress) Folhapress Valdivia já se envolveu em algumas polêmicas com Rogério Ceni em jogos contra o São Paulo

Após ser derrotado em três partidas consecutivas (Fluminense, Flamengo e Sampaio Corrêa), o Palmeiras encerrou o incomodo jejum de vitórias ao superar por 2 a 0 o Goiás, neste sábado, no Pacaembu. Satisfeito com o resultado, o meio-campista Jorge Valdivia celebrou o resultado, mas lamentou a ausência do treinador Gilson Kleina, que acabou demitido na última quinta-feira.

“Uma vitória sempre nos deixa feliz. Acho que fomos muito superiores durante todo o jogo contra o Goiás. Queríamos ter conquistado esse resultado com Kleina no comando, mas agora temos que abraçar o Alberto (Valentim, técnico interino) e esse triunfo é para ele”, afirmou o camisa 10.

No embate deste final de semana, o time paulista mostrou grande disposição em campo e deu poucos espaços aos visitantes. Principal destaque no setor de armação, Valdivia também teve bom desempenho na composição da defesa, sendo peça fundamental no combate ainda no campo de ataque.

“Marcamos bem durante os 90 minutos. O Goiás é um time forte, não tinha sofrido nenhum gol ou perdido ainda no campeonato. Fomos bem e ganhamos. Agora, temos que continuar melhorando”, encerrou o meio-campista chileno, que só deve voltar a entrar em campo pela equipe alviverde depois da Copa do Mundo.

O Palmeiras volta a entrar em campo nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), quando mede forças com Sampaio Corrêa, no Pacaembu, em partida que define sua sequência na Copa do Brasil. No mesmo dia e horário, o Goiás enfrenta o Botafogo, no Estádio Serra Dourada, pelo Campeonato Brasileiro.