Vexames, goleada e só duas vitórias: os números do São Paulo nos clássicos em 2015

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2015 12h23
SAO PAULO, SP 22.11.2015: CORINTHIANS-SAO PAULO - Lucca comemora o quinto gol. Partida entre Corinthians e Sao Paulo, jogo valido pela 36» rodada do campeonato brasileiro serie A, na Arena Corinthians, zona leste da capital. (Foto: Ale Frata/Codigo19/Folhapress)O vexame diante do Corinthians foi a nona derrota do São Paulo em clássicos no ano de 2015

A temporada 2015 não tem motivos para ser lembrada no São Paulo. Goleado pelo Corinthians neste domingo (23), o Tricolor encerrou a disputas dos clássicos no ano com um retrospecto péssimo e que causa preocupação aos torcedores do time do Morumbi.

Entre Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Brasileirão, o São Paulo disputou quatorze clássicos contra Corinthians, Palmeiras e Santos, e conquistou apenas duas vitórias, sofreu 31 gols e balançou as redes em apenas 11 momentos.

Confira os números do desempenho são-paulino nos clássicos em 2015:

Corinthians: foi contra o Timão que o São Paulo sofreu a derrota mais dolorosa do ano, mas antes do histórico 6 a 1, o tricolor enfrentou o alvinegro em outras quatro oportunidades. Nos cinco confrontos (dois encontros pelo Brasileiro, dois pela Libertadores e um pelo Paulista), o time do Morumbi venceu apenas uma vez (2 a 0 na fase de grupos da Libertadores), e perdeu outros três jogos e empatou um. Foram 10 gols sofridos contra apenas quatro marcados.

Palmeiras: diante do Palmeiras, o São Paulo não conquistou nenhuma vitória. Em três duelos (dois pelo Brasileiro e um pelo Paulista), o Tricolor perdeu duas vezes e empatou outra. Contra o Verdão, foram 8 gols sofridos contra apenas 1 tento marcado.

Santos: o Santos foi o rival que mais enfrentou o São Paulo em 2015. Foram seis “San-Sãos” no ano com quatro vitórias santistas, um empate e apenas uma vitória são-paulina (no primeiro turno do Brasileiro). O Tricolor sofreu 13 gols do Peixe e marcou apenas 6 vezes. E se não bastasse os resultados negativos, o time do Morumbi amargou duas eliminações em mata-matas para a equipe da Vila Belmiro (semifinais do Paulista e da Copa do Brasil).