Vice do São Paulo admite que diretoria não desejava saída de Aloísio

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2014 08h33
São Paulo venceu por 1x0 fora de casaAloísio comemora gol de vitória contra o Náutico

Há 10 dias da estreia no Paulistão 2014, o São Paulo anunciou apenas o reforço do lateral Luis Ricardo. Além disso, o clube do técnico Muricy Ramalho também perdeu o atacante Aloísio, um dos artilheiros do time na temporada passada. O vice-presidente de futebol Tricolor admitiu que o desejo da diretoria era manter o atacante no elenco, mas revelou que os números oferecidos pelo clube chinês Shandong Luneng estão muito acima da realidade de futebol brasileiro.

Apelidado de “boi bandido” pelo estilo de jogado aguerrido, Aloísio foi titular durante quase todo segundo turno do Brasileirão 2013 pelo Tricolor. “O Aloísio saiu por contingências alheias a nossa vontade. Sempre mencionei que nós não gostaríamos que ele saísse, pelo futebol que ele mostrou e pela simpatia que a torcida tinha e tem por ele”, disse o dirigente.

O clube chinês que já conta com Vagner Love e será treinado por Cuca em 2014 está disposto a abrir os cofres. “Imposições contratuais nos obrigaram a liberar o jogador. Havia uma cláusula que determinava a liberação do jogador caso houvesse uma proposta acima do valor de cinco milhões de euros e essa proposta aconteceu. Caso o São Paulo quisesse exercer sua preferência pelo jogador, teria que igualar a proposta. Assim, nós entendemos que o valor era muito acima da realidade do nosso futebol”. Sem Aloísio, o São Paulo agora tem apenas Luis Fabiano, Osvaldo e Ademílson para o ataque, já que Wellinton retornou ao Spartk de Moscou ao final de seu período de empréstimo. 

Com passagem rápida pela Suíça em 2008, o atacante desejava voltar ao exterior, segundo o dirigente. Além disso, a alta remuneração foi outro fator determinante para que o jogador deixasse o Morumbi. “Havia também uma vontade muito grande de ter uma nova oportunidade no exterior. A remuneração que lhe foi oferecida está acima do padrão não só do São Paulo como também do futebol brasileiro. Não tinha como segurá-lo”, finalizou.

O São Paulo segue se preparando visando à estreia no Paulistão 2014 diante do Bragantino fora de casa no domingo (19).