“Vitória que nunca esquecerei”, diz técnico do Chile após eliminar Espanha

  • Por Agencia EFE
  • 18/06/2014 20h13

Sampaoli comemora gol de Vargas

Sampaoli comemora gol do Chile

 O técnico do Chile, Jorge Sampaoli, foi só elogios a seus comandados após a vitória desta quarta-feira por 2 a 0 sobre a Espanha – que provocou a eliminação da atual campeã ainda na primeira fase da Copa do Mundo – e disse que jamais esquecerá o resultado.

Questionado na entrevista coletiva após a partida se este foi o triunfo mais marcante de sua carreira, Sampaoli preferiu ressaltar o valor do elenco que dirige.

“Não sei se foi a melhor vitória, imagino sempre que a melhor sempre será a próxima, mas essa vitória será uma que nunca esquecerei. Devemos agora valorizar o fato da forma com que estes jogadores conseguiram neutralizar uma equipe da capacidade da Espanha”, disse.

“Temos que valorizar o fato de termos eliminado os campeões do mundo com valentia, no ataque. São elementos que, a priori, determinaram que o Chile ganhasse bem, contra um grande rival e que pudéssemos nos classificar antes do fim da primeira fase. Estou muito feliz, e temos que valorizar o esforço do grupo”, acrescentou.

Para o duelo da próxima segunda-feira com a Holanda, que vale a liderança do grupo B, Sampaoli afirmou que não pretende mudar de estratégia apesar de um dos principais jogadores adversários, Robin van Persie, estar suspenso, o que em teste mudaria a dinâmica do ataque “laranja”.

“Jogando ou não jogando (Van Persie), não vamos mudar porque essa é a nossa característica”, frisou.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de o Brasil, por jogar mais tarde na segunda, ter a chance de “escolher” entre Chile e Holanda como adversário nas oitavas de final, Sampaoli foi enfático no discurso de buscar a vitória.

“Se o Brasil vai escolher o rival, é uma questão do Brasil, temos que ganhar para sermos os primeiros do grupo, pois tivemos um desgaste grande na seleção”, afirmou.