A volta do M1to: Rogério Ceni é o novo treinador do São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 24/11/2016 13h48

O goleiro é tido por grande parte da torcida do São Paulo como maior ídolo da história do clube

Rogério Ceni

Em vídeo publicado nas redes sociais do São Paulo, Rogério Ceni foi anunciado oficialmente como novo treinador do Tricolor. O ídolo do clube paulista assinou um contrato de dois anos e deve assumir o cargo somente  para a disputa da Florida Cup, em janeiro de 2017.

pic.twitter.com/7FLFGT88IA

De forma divertida e sem citar nomes, o vídeo apresenta o mascote do clube colocando um adesivo com o número “01” no banco de reservas e na cadeira do treinador na sala de imprensa do Morumbi.

Ceni aposentou-se do futebol no fim de 2015 e assume seu primeiro trabalho após um ano viajando pela Europa para aprender com outros grandes treinadores. Em entrevista ao site oficial do São Paulo, o novo treinador destacou que tem como objetivo implantar o espírito vencedor que carregou durante seus 22 anos de São Paulo:

O grande segredo do futebol é administrar pessoas e se relacionar bem com seus jogadores. São eles que podem fazer diferença. Eu quero que eles vejam futebol da maneira como eu via quando jogava, eu quero um time vencedor, que tenha uma mentalidade vencedora. Eu tenho certeza de que eles vão entender isso, já conheço muitos deles e sei da mentalidade vencedora que eles têm”, afirma.

O presidente Leco também afirmou que todo o esforço de Ceni nos últimos meses de aposentadoria foi determinante na escolha.

“Rogério Ceni sempre foi um protagonista. Nos últimos 12 meses, mostrou ambição em se qualificar para uma nova função no futebol, estudou com os melhores do mundo, e nos convenceu ao apresentar um projeto consistente e contemporâneo de futebol para o São Paulo. É uma figura de enorme importância para o clube que chega com a determinação de ser o melhor novamente, dessa vez como treinador”, afirmou Leco. 

Enquanto Rogério não assume o comando do time, Pintado é quem estará à frente do São Paulo nestas duas rodadas finais do Brasileirão. O time ocupa a 13ª colocação, fora da zona de classificação para a Sul-Americana, e tem Atlético-MG e Santa Cruz como últimos compromissos de 2016.