Walter decide, Atlético-PR faz 1 a 0 e quebra série invicta do Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 02/08/2015 13h00
SÃO PAULO,SP,02.08.2015:PALMEIRAS-ATLÉTICO-PR - O jogador Walter comemora gol do Atlético PR durante partida entre Palmeiras x Atlético PR, válida pelo Campeonato Brasileiro 2015, no estádio Arena Palmeiras em São Paulo, SP, neste domingo (2). (Foto: Leonardo Benassatto/Futura Press/Folhapress)Confira imagens de Palmeiras x Atlético Paranaense no Allianz Parque

O Palmeiras recebeu o Atlético Paranaense, às 11h da manhã deste domingo (02), e acabou surpreendido pelo Furacão.  No décimo jogo de Marcelo Oliveira no comando do Verdão, o Palmeiras decepcionou sua torcida que lotou o Allianz Parque e saiu derrotado por 1 a 0.

Com 38 784 pessoas nas arquibancadas, o Verdão não conseguiu repetir as boas atuações das últimas partidas, criou poucas oportunidades de abrir o placar, e acabou castigado com um gol de Walter, aos 30 minutos da segunda etapa, que deu a vitória do Atlético Paranaense e quebrou a sequência de nove partidas sem derrota do Alviverde.

A derrota tira o Palmeiras do G4, ultrapassado justamente pelo Atlético. O Verdão ocupa a 5ª posição na tabela com 28 pontos, enquanto o rubro-negro do Paraná chega a 4º colocação com os mesmos 28 pontos.

O Verdão volta a campo no próximo domingo (9), diante do Cruzeiro, no Mineirão. Já o Atlético recebe o Sport, também no domingo, na Arena da Baixada.

A história do jogo:

As duas equipes iniciaram o primeiro tempo buscando o ataque e o começo de jogo ficou muito corrido, mas sem muito trabalho para os goleiros. Muito disputada taticamente, a primeira etapa não teve grandes oportunidades de gol. Buscando ditar o ritmo do jogo, o Palmeiras parou na defesa bem postada do Atlético, e nos erros de passes de seus jogadores no terço final do campo.

Grande oportunidade do primeiro tempo veio aos 45 minutos, quando Robinho sofreu falta perigosa na entrada da área. O próprio Robinho cobrou e por muito pouco não abriu o placar. Na sequência, o Furacão é que quase tirou o zero do marcador em contra-ataque fulminante que acabou com o corte da zaga alviverde.

Para a segunda etapa, o técnico Marcelo Oliveira mudou a equipe, tirou Rafael Marques que não conseguiu repetir as boas atuações dos jogos anteriores, e colocou Kelvin. E foi exatamente a modificação do treinador alviverde que quase abriu o placar para o Verdão logo aos 5 minutos, quando Weverton salvou o Furacão.

Apesar do bom início de Kelvin, o problema do primeiro tempo persistiu na segunda etapa. As chances de gols demoraram a aparecer e Marcelo Oliveira decidiu colocar o atacante Lucas Barrios em campo para melhorar o ataque alviverde. No lado do Atlético, Milton Mendes colocou Walter em campo para tentar surpreender os donos da casa.

A entrada dos atacantes mudou a história do jogo, mas não do jeito que os palmeirenses imaginaram. Aos 30 minutos do segundo tempo, Nikão cobrou escanteio na área do Palmeiras, a bola bate em Lucas e sobra para Walter, livre, que tira de Fernando Prass e abre o placar no Allianz Parque.

Atrás no placar, o Verdão não teve força ofensiva para buscar para reverter a diferença. Novamente com muitos erros de passes próximos do gol rubro-negro, o Palmeiras parou na defesa paranaense e não conseguiu impedir a derrota que quebra a sequência de oito jogos invictos.