Wanderlei Silva esculacha UFC e anuncia sua aposentadoria do MMA; assista

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2014 21h59

Nova data para o julgamento será revelada nso próximos dias

Wanderlei Silva falta a audiência que definiria pena por "fuga" de exame

O lutador Wanderlei Silva divulgou um vídeo oficial nesta sexta-feira (19), intitulado “isso não é um adeus”, no qual anuncia a sua aposentadoria do MMA. O atleta alega que, depois de se machucar demais durante sua carreira, seu corpo não aguenta mais.

“Tive inúmeras lesões no corpo, tive várias cirurgias e tem algumas lesões, que não foram curadas. Quem é atleta, você que pratica qualquer esporte, sabe. É uma dor no joelho, é uma dor no quadril, na mão. Agora, isso está cobrando a conta de mim. Estou sentindo essas lesões. E elas vão se agravando, porque não é somente na hora da luta que você coloca seu corpo em sacrifício”, destacou Wanderlei Silva. “É um esporte que exige muito do cara”, prosseguiu.

Wanderlei Silva falou sobre diversos problemas nos bastidores do UFC e criticou duramente a organização.

“Eu estava sendo cogitado para lutar no dia 31 de maio, lá no Brasil. Eu cheguei para os dirigentes do evento e disse: ‘no dia 31 de maio eu não vou poder lutar’. Eles ficaram meio assim, deram uma pressionada, mas passou. Passou uma semana, eles me chamaram para se reunir. Fui lá e me ofereceram uma bolada de dinheiro. Eu até estranhei. Se tinha tanto dinheiro assim por que não me ofereceram antes?”, conta o brasileiro, no vídeo.

O agora ex-lutador revela que não aceitou as condições precárias impostas pela organização.

“Eu falei: ‘me desculpa’. Não vou aceitar esse dinheiro porque eu não vou estar apto a fazer o show que os meus fãs querem que eu faça. Houve mais uma reunião e me pressionaram novamente. Disse que eu só poderia lutar no final do ano. Meu corpo não estava respondendo e eu não estava treinando como deveria. Aí o lutador não consegue treinar direito, por conta de suas lesões. Ele vai lá e não consegue fazer a apresentação que todos querem e vem o diretor do evento e fala que você é um porcaria e te manda embora. Só que ninguém sabe o que o atleta passa para chegar ali”, frisou.

Wanderlei Silva citou o companheiro Renan Barão e detonou o que o UFC fez com o lutador.

O maior exemplo de todos é o Renan Barão. Garanto que vocês não sabem que o Barão foi obrigado a lutar três vezes em seis meses. A primeira consequência deste desgaste foi a perda do cinturão. Os promotores do evento debocharam dele. Isso é maneira de se tratar uma atleta? Isso realmente me chateou e fez com que eu passasse a pensar de uma forma diferente sobre esse esporte. Eu não tenho um palco digno, um palco onde o atleta seja respeitado”, detonou. “Todo atleta que sobe lá merece, no mínimo, já que vocês não estão dando dinheiro, é respeito. Estão desgastando os atletas, o atleta é obrigado a lutar em qualquer condição. Ou aceita ou é uma porcaria. Usam a gente para ganhar um rio de dinheiro e não dão nada para o atleta. Apenas migalha e falta de respeito. Mas chega. Eu vou mostrar tudo que vocês estão fazendo de errado e a verdade vai aparecer”, ameaçou.

Por fim, Wanderlei anunciou sua decisão de parar e agradeceu bastante aos fãs que, segundo ele, são a única coisa que vale para um atleta.

“Infelizmente essa organização tirou a minha vontade de lutar e hoje, com muito pesar, venho aqui decretar a minha retirada dos ringues. A partir de hoje, Wanderlei Silva não luta mais. Acabou a minha carreira. Porque eu não tenho um palco digno. Para mim deu. Tentaram jogar meus fãs contra mim. Eu ajudei a construir esse esporte, com meu sangue, com meu suor. O que vocês fizeram de errado eu vou falar e vocês não vão me calar”, criticou. “Quero agradecer a todos vocês, meus fãs, que estiveram comigo em todas as ocasiões. Tivemos uma história maravilhosa juntos. Momentos indescritíveis que dinheiro nenhum paga e dirigente nenhum tira. Esse é o maior prêmio que qualquer atleta tem. Continuem apoiando, porque o seu aplauso, no final de tudo, é a única coisa que fica. O resto é tudo ilusão”, finalizou.

Confira o vídeo completo: