Wanderlei Silva volta da aposentadoria para lutar em concorrente do UFC

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2016 18h22
Wanderlei Silva

Wanderlei Silva está de volta. Pouco mais de um ano depois de anunciar a aposentadoria, o lendário lutador voltará a lutar MMA, mas desta vez não pelo UFC, e sim pelo concorrente Bellator, segundo anunciou a organização nesta quarta-feira (02).

De acordo com o site MMA Junkie, o brasileiro assinou um contrato de exclusividade válido para “várias lutas” e “vários anos”. O acordo era esperado depois que Scott Coker, presidente da Bellator, afirmou recentemente que estava conversando com o lutador.

Wanderlei é uma lenda viva do MMA: foi lutador do extinto PRIDE e também no UFC. No entanto, entrou em conflito com a organização e com a Comissão Atlética de Nevada após se recusar a fazer um exame antidoping. À época, o brasileiro disse não ter entendido a ordem do fiscal por não ser fluente em inglês.

A explicação não colou e Wanderlei foi banido do esporte. Posteriormente, sua defesa recorreu da decisão e conseguiu reduzir a pena para três anos, o que lhe permitirá lutar em estados sancionados pela Comissão de Nevada a partir de 25 de maio de 2017. Por isso, não há previsão para que o lutador estreie no Bellator.