Warriors vence Nets e se torna 1ª equipe a garantir vaga nos playoffs da NBA

  • Por Estadão Conteúdo
  • 26/02/2017 10h49
Curry

No duelo entre a melhor e a pior equipe da temporada da NBA, o Golden State Warriors fez a lição de casa e somou mais uma esperada vitória, ao superar o Brooklyn Nets por 112 a 95, em Oakland. Se não chamou a atenção pelo desempenho em quadra ou pela emoção, o confronto valeu ao menos a primeira vaga nos playoffs da NBA, com início marcado para 15 de abril. Em outro jogo da rodada, o Chicago Bulls aproveitou o desfalque de LeBron James e venceu o Cleveland Cavaliers, atual campeão, fora de casa.

Em Oakland, o Warriors também jogou com uma importante baixa. Kevin Durant ficou de fora de uma partida da equipe pela primeira vez, por conta de uma lesão na mão esquerda, sofrida na quinta. Mas Durant fez pouca falta em razão da boa atuação da dupla formada por Stephen Curry e Klay Thompson.

MVP das últimas duas temporadas, Curry anotou 27 pontos e foi o cestinha da partida. Contribuiu ainda com cinco assistências. Já Thompson marcou 24 pontos e quatro assistências. Pelo lado do Nets, Rondae Hollis-Jefferson foi o destaque, com 16 pontos e dez rebotes.

Four-point #SPLASH. #SlateNight

Uma publicação compartilhada por Golden State Warriors (@warriors) em

O resultado ampliou ainda mais o fosso entre as duas equipes no campeonato. Com a melhor campanha da temporada regular até agora e líder da Conferência Oeste, o Warriors soma agora 49 vitórias e apenas nove derrotas. E o Nets apresenta campanha exatamente oposta: são nove triunfos e 49 derrotas, na última posição da Conferência Leste.

No lado Leste, não foi apenas o lanterna que perdeu mais uma. Até o líder Cleveland Cavaliers foi batido na rodada deste sábado. Jogando em casa, o atual campeão foi surpreendido pelo Chicago Bulls pelo placar de 117 a 99. LeBron James ficou de fora do jogo por causa de uma dor de garganta.

E Dwyane Wade aproveitou a oportunidade para brilhar, pelo Bulls Ele liderou os visitantes com um “double-double” de 20 pontos e dez assistências. Só não anotou um “triple-double” porque parou nos nove rebotes.

Se Wade não conseguiu, Jimmy Butler não perdoou. Ele cravou o “triple-double” com 18 pontos, dez rebotes e dez assistências. E ainda Nikola Mirotic anotou um “double-double” de 14 pontos e dez rebotes. E o brasileiro Cristiano Felício contribuiu com dez pontos, cinco rebotes e uma assistência em 24 minutos em quadra.

Diante deste forte ritmo do Bulls, Kyrie Irving acabou ofuscado, apesar de ser o cestinha da partida, com 34 pontos, assumindo o papel de líder de LeBron. O jogador do Cavaliers também anotou nove rebotes e sete assistências. O Cavaliers segue na ponta do lado Leste, com 40 vitórias e 17 derrotas, enquanto o Bulls ocupa o sexto lugar, com 30 triunfos e 29 derrotas.

Em outro bom duelo da rodada, o Houston Rockets bateu o Minnesota Timberwolves por 142 a 130, em casa, com boa participação do brasileiro Nenê. Ele anotou 11 pontos, três rebotes e uma assistência em 19 minutos em quadra. James Harden, mais uma vez, foi o destaque dos anfitriões, com 24 pontos, dez assistências e cinco rebotes. Só não foi melhor que Karl Anthony-Towns, que brilho pelo Timberwolves com seus 37 pontos e 22 rebotes.

O Rockets segue na cola do San Antonio Spurs, na briga pela segunda colocação da Conferência Oeste. Tem agora 42 vitórias e 18 derrotas. Antepenúltimo colocado, e longe da zona de classificação para os playoffs, o Timberwolves soma 23 triunfos e 36 derrotas.