Wawrinka sobe para o quarto lugar e Bellucci cai para a 55ª posição na ATP

  • Por Estadão Conteúdo
  • 01/08/2016 10h39

Wawrinka venceu as cinco partidas que realizou contra o sérvio Viktor Troicki na história

Wawrinka venceu as cinco partidas que realizou contra o sérvio Viktor Troicki na história

Semifinalista do Masters 1000 de Toronto, o suíço Stan Wawrinka foi o responsável pela principal movimentação na atualização desta segunda-feira do ranking da ATP ao ascender para a quarta colocação, com 5.035 pontos, superando o espanhol Rafael Nadal, que soma 4.940 e não atuou no torneio canadense. 

Wawrinka agora pretende mirar ainda mais alto e ultrapassar o compatriota Roger Federer, o terceiro colocado da lista, com 5 945 pontos, que está fora do restante da temporada por causa de uma lesão no joelho, abrindo a oportunidade de outros tenistas ultrapassá-lo na lista da ATP nas próximas semanas.

O ranking continua sendo liderado com folga pelo sérvio Novak Djokovic, que no último fim de semana foi campeão do Masters 1000 canadense e chegou aos 16.040 pontos. A sua vantagem é de quase 6 mil para o britânico Andy Murray, que não jogou em Toronto e soma 10.065. 

Finalista no Canadá, o japonês Kei Nishikori continua em sexto lugar no ranking, agora com 4.845 pontos e na cola de Nadal, que tem vantagem de apenas 95. O canadense Milos Raonic, que parou nas quartas de final, segue em sétimo, enquanto o checo Tomas Berdych, que parou na mesma fase, é o oitavo. 

O francês Jo-Wilfried Tsonga ascendeu uma posição e subiu para o nono lugar, ultrapassando o austríaco Dominic Thiem, que caiu para a décima posição após abandonar o torneio canadense logo na segunda rodada. 

Melhor tenista brasileiro na lista da ATP, Thomaz Bellucci foi vice-campeão do Challenger de Biella, na Itália, no último fim de semana, mas ainda assim caiu três posições na lista, se tornando o número 55 do mundo com 880 pontos. 

Outro brasileiro do Top 100, Rogério Dutra Silva segue na 94ª colocação. Mas o País pode ganhar logo mais um integrante nessa relação. Afinal, em ascensão, Thiago Monteiro atingiu o 101º lugar, mesmo não tendo atuado na última semana, ficando a apenas sete pontos do canadense Vasek Pospisil, que é o atual 100º do mundo. 

DUPLAS – Campeão da chave de duplas do Masters 1000 de Toronto ao lado do croata Ivan Dodig, Marcelo Melo ascendeu três posições na relação se tornando o número 3. Vice, Bruno Soares, que atuou ao lado do britânico Jamie Murray, ganhou uma posição e subiu para o oitavo lugar. 

Confira a classificação atualizada do ranking da ATP:

1º – Novak Djokovic (SER), 16.040 pontos

2º – Andy Murray (GBR), 10.065 

3º – Roger Federer (SUI), 5.945 

4º – Stan Wawrinka (SUI), 5.035

5º – Rafael Nadal (ESP), 4.940

6º – Kei Nishikori (JAP), 4.845

7º – Milos Raonic (CAN), 4.465

8º – Tomas Berdych (RCH), 3.660 

9º – Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 2.995 

10º – Dominic Thiem (AUT), 2.865

11º – Gael Monfils (FRA), 2.800

12º – David Ferrer (ESP), 2.695

13º – David Goffin (BEL), 2.655

14º – Marin Cilic (CRO), 2.615

15º – Richard Gasquet (FRA), 2.365 

16º – Roberto Bautista Agur (ESP), 1.970

17º – John Isner (EUA), 1.895

18º – Nick Kyrgios (AUS), 1.865

19º – Feliciano López (ESP), 1.835

20º – Bernard Tomic (AUS), 1.690

55º – Thomaz Bellucci (BRA), 880

94º – Rogério Dutra Silva (BRA), 644

101º – Thiago Monteiro (BRA), 598

163º – João Souza (BRA), 349