Wenger fica? Título do Arsenal aumenta dúvida sobre futuro do técnico

  • Por Jovem Pan com EFE
  • 27/05/2017 16h35
EFE Arsene Wenger conquista pela sétima vez a Copa da Inglaterra

O Arsenal venceu neste sábado (27) o Chelsea por 2 a 1, em Wembley, e levantou a Copa da Inglaterra pela 13ª vez na história. A conquista fez com que aumentasse a interrogação sobre o futuro do técnico francês Arsene Wenger, a quem a torcida do clube chegou a fazer campanha pela demissão.

“Wenger out” (Fora Wenger) foi o lema visto recorrentemente nas arquibancadas ao longo da temporada, depois de mais uma eliminação da equipe na Liga dos Campeões da Europa e a ausência na luta pelo título inglês, em campeonato que a equipe ficou na quinta posição, apenas.

Neste sábado, contra o detentor do título da principal competição nacional, o Arsenal jogou futebol ofensivo e dominou o adversário. Logo aos 4 minutos do primeiro tempo, abriu o placar em gol polêmico do atacante chileno Alexis Sánchez. Aos 23 da etapa complementar, os Blues empataram aos 31, com Diego Costa. Mas, a reação do Arsenal foi imediata, aos 34 com Ramsey.

Esta foi a 13ª conquista dos Gunners no torneio mais antigo do mundo. A equipe também ergueu o troféu em 1930, 1936, 1950, 1971, 1979, 1993, 1998, 2002, 2003, 2005, 2014 e 2015, deixando para trás o Manchester United e voltando assim a reinar sozinho no ranking de campeões do torneio nacional.

O campeão da Copa da Inglaterra garante vaga na fase preliminar da Liga Europa, no entanto, o Arsenal já havia carimbado passaporte para a fase de grupos do torneio continental, pelo quinto lugar no Inglês. O outro representante do país será o Everton, sétimo na tabela do campeonato nacional.