Wenger renova com o Arsenal até 2019 e pode completar 23 anos no time londrino

  • Por Jovem Pan
  • 31/05/2017 10h19
EFE Arsene Wenger conquista pela sétima vez a Copa da Inglaterra

Arsène Wenger continuará sua longa trajetória pelo Arsenal por mais dois anos. O clube londrino confirmou nesta quarta-feira a renovação de contrato com o francês até 2019. O acordo foi divulgado apenas quatro dias após o time erguer a taça da Copa da Inglaterra, conquistada no último sábado com a vitória sobre o Chelsea por 2 a 1.

“Eu adoro esse clube e aguardo pelo futuro com otimismo e emoção. Estamos vendo o que fazemos bem e como podemos ser melhores em todas as competições. Este é um grupo forte e, com mais algumas contratações, podemos ter ainda mais sucesso”, declarou Wenger em entrevista ao site oficial do clube.

Caso chegue ao fim do contrato, Wenger completará 23 anos à frente do Arsenal e ficará próximo de Sir Alex Ferguson, que comandou o Manchester United por 27 anos. O recorde ainda pertence ao francês Guy Roux, que dirigiu o time Auxerre por 44 anos.

Comandante da equipe londrina desde 1996, Wenger não é unanimidade entre os torcedores dos Gunners, que viram o time ficar fora da Liga dos Campeões pela primeira vez em 20 anos, além de ver o rival Tottenham à sua frente na tabela do Inglês, fato que não acontecia há 22 anos.

Apesar da desconfiança e até um certo cansaço com o longevo treinador, a Copa da Inglaterra veio para acabar com um jejum de duas temporadas sem títulos. Durante a temporada, Wenger viu seu cargo ser ameaçado após ser goleado duas vezes por 5 a 1 pelo Bayern de Munique e ficar fora da Liga dos Campeões nas oitavas de final.

A principal missão do treinador neste novo contrato será colocar o time novamente no principal torneio de clubes da Europa e, quem sabe, dar um novo título inglês ao Arsenal. Os Gunners não sabem o que é conquistar a Premier League desde 2004.