William Matheus ‘reclama’ de pausa para Copa e projeta boa sequência

  • Por Jovem Pan
  • 11/07/2014 17h35

O lateral William Matheus não gostou muito da pausa para a Copa do Mundo

William Matheus

Um dos reforços contratados pelo Palmeiras no início desta temporada, William Matheus conseguiu engatar uma sequência como titular do time antes da pausa para a Copa do Mundo. Em 11 partidas, o lateral esquerdo fez um gol e deu três assistências para os companheiros marcarem.

E depois da intertemporada, o atleta espera conseguir repetir as boas atuações que teve no início de 2014.

“No começo do ano, eu tive poucas oportunidades. Contra o Botafogo (pelo Campeonato Paulista), eu não joguei bem. Na época, eu assumi, deu tudo errado naquele dia. A partir do momento em que eu tive uma sequência com o Alberto (Valentim, auxiliar-técnico), o que não estava acontecendo antes, eu procurei agarrar da melhor maneira. Consegui ajudar nas assistências, estou me sentindo muito bem e espero que eu continue ajudando o grupo”, declarou.

William Matheus também aproveitou para ‘reclamar’ da parada por conta da Copa do Mundo no Brasil e já comentou o clássico contra o Santos, que será disputado na quinta-feira (17), às 19h30 (de Brasília), no litoral. É o primeiro compromisso do Verdão nesta volta do Campeonato Brasileiro.

“Até brinquei que, naquele momento, que eu não queria essa folga (risos)”, brincou. “Eu estava com ritmo de jogo, me sentindo bem, mesmo estando sem ritmo, afinal havia cinco meses que eu não jogava. Quando comecei a jogar, teve essa parada. A gente precisa de ritmo de jogo, do calor da torcida… Os jogos valendo três pontos contam bastante. Se o professor optar por me colocar contra o Santos, procurarei ter a mesma boa sequência que estava tendo”, frisou o lateral.

Por fim, William Matheus projetou uma boa sequência para o clube de Palestra Itália no principal campeonato do futebol nacional e elogiou o técnico Ricardo Gareca, contratado pelo Palmeiras recentemente.

“O nosso dia a dia tem sido muito bom, todos estão com vontade de trabalhar. O Gareca exige demais nos treinos, ele pede muita intensidade. Queremos brigar pelas posições lá em cima, não viemos aqui para ficar em 11º lugar (no Brasileiro), não é uma posição boa. Não estamos felizes com isso e queremos buscar algo lá em cima. O Palmeiras não perde na força e na história para nenhum clube do Brasil e do mundo. Queremos coisas boas e, para isso, precisamos de vitórias”, falou. “Está sendo tranquilo, não estou tendo problema nenhum. Ele me pede para ter atenção na marcação e não abrir mão do ataque. Tem estilo europeu, que preza por essa linha de quatro jogadores. Sair com segurança na hora que tem de sair, mas nunca deixar aberto lá atrás para o adversário entrar”, finalizou William Matheus.