Willian diz que elenco do Chelsea não era brigado com Mourinho: “só especulações”

  • Por Jovem Pan
  • 18/12/2015 16h42
Chelsea's da Silva Willian celebrates scoring his sides third goal of the game.Destaque do Chelsea na temporada

Com apenas 15 pontos somados em 16 rodadas, o Chelsea, atual campeão, sofre no Campeonato Inglês e está à beira da zona de rebaixamento, situação que fez com que o técnico José Mourinho fosse demitido. Mas, apesar de estar no meio desse furacão, o meia Willian está em situação bem diferente. Aos 27 anos, ele vem fazendo grande temporada pelos Blues e pela Seleção Brasileira. Talvez por isso mostrou otimismo ao falar com a equipe da Rádio Jovem Pan.

“Claro que a gente tem que tomar cuidado. A situação está bem difícil, mas a gente sabe que temos grandes chances de sair dela. Temos de vencer os jogos, ter uma sequência de vitórias. O jogo de amanhã (contra o Sunderland) é importantíssimo, jogamos em casa e precisamos vencer de qualquer maneira”, disse Willian. Segundo ele, não havia problemas entre o elenco do Chelsea e Mourinho, nem mesmo por parte de Diego Costa, que jogou um colete na direção do treinador.

“Eu, como outros jogadores, tinha boas relações com ele. Nunca vi nenhum tipo de problema. Essa ocasião foi um momento de jogo, o Diego queria entrar no jogo, e acabou acontecendo, mas nunca teve nenhum tipo de problema. Com o próprio Diego ele tinha uma boa relação, tranquila, sempre brincava com os jogadores. Essas são só especulações da imprensa mesmo”, garantiu o meia. Para ele, é novidade ver seu clube trocar de treinador.

“Foi a primeira vez. No Shakhtar eu passei cinco anos e meio com o mesmo treinador, que está lá até hoje, e agora foi a primeira vez que eu vejo um treinador sendo demitido do clube que eu estou. A gente foi pego de surpresa um pouco, porque ontem tínhamos feito um treino com o Mourinho na parte da manhã. À tarde veio essa notícia da demissão. Mas acho que faz parte do futebol, a diretoria está tentando achar uma solução e acabou indo por esse lado”, comentou.

Cria da base do Corinthians, onde jogou de 2006 a 2007, antes de defender Shakhtar Donetsk e Anzhi, Willian afirma que gostaria de voltar a jogar no Timão. “Todos sabem do meu carinho para com o clube, foi onde fui revelado, tenho amigos lá, e com certeza que um dia no futuro, quando houver a possibilidade de voltar ao Brasil, a prioridade será o Corinthians”, concluiu o artilheiro do Chelsea na atual edição da Liga dos Campeões, com quatro gols.