Zidane defende Cristiano Ronaldo após vaias: “também já me vaiaram”

  • Por Agência EFE
  • 07/03/2016 16h26
Cristiano Ronaldo foi vaiado pela torcida do Real Madrid antes de marcar os seus quatro gols contra o Celta

As vaias recebidas por Cristiano Ronaldo antes de marcar quatro gols na vitória do Real Madrid por 7 a 1 sobre o Celta de Vigo pelo Campeonato Espanhol no último sábado foram amenizadas pelo técnico Zinedine Zidane, que disse também já ter sido alvo da insatisfação da torcida no Santiago Bernabéu.

“Eu não entendo por que querem vender Cristiano porque eu sou o treinador e o quero no time. Sobre as vaias, também já me vaiaram, não é uma questão de ser um jogador em particular”, opinou o francês ao lembrar sua época como jogador.

De acordo com Zidane, é a torcida do Real Madrid tem o costume de exigir sempre o máximo dos jogadores do clube.

“É um público que quer mais de seus jogadores e é bom para que os jogadores queiram e tentem melhorar. A torcida exige bastante, o estádio está sempre cheio e isso é muito importante”, comentou.

Na terceira posição do campeonato, com 60 pontos, 12 atrás do líder Barcelona e quatro a menos que o Atlético de Madrid, o Real precisará do apoio da torcida mais do que nunca para o resto da temporada, segundo Zidane.

“Os torcedores são muito importantes para nós e eles sabem disso, sempre estiveram conosco. É normal que vaiem um pouco quando as coisas não estão como querem. Faz parte do futebol. Fui jogador e não se deve dar mais importância a isso”, declarou.