71 anos após bomba, Obama será primeiro presidente americano a visitar Hiroshima

  • Por EFE
  • 10/05/2016 12h16
KMA15 HIROSHIMA (JAPÓN) 10/05/2016 .- Fotografía de archivo fechada el 6 de agosto de 2015 que muestra a la Cúpula de la bomba atómica durante la ceremonia de conmemoración del 70 aniversario del ataque atómico sobre Hiroshima en Hiroshima, Japón. Barack Obama será el primer presidente de Estados Unidos en ejercicio que visitará la ciudad japonesa de Hiroshima, donde su país lanzó la primera bomba atómica de la historia, durante una gira que hará a finales de este mes por Japón y Vietnam, anunció hoy, 10 de mayo de 2016, la Casa Blanca. EFE/Kimimasa MayamaMemorial da Paz de Hiroshima

Barack Obama será o primeiro presidente dos Estados Unidos em exercício a visitar a cidade japonesa de Hiroshima, onde seu país lançou a primeira bomba atômica da história, durante uma viagem que fará no final deste mês por Japão e Vietnã, anunciou a Casa Branca nesta terça-feira.

O secretário de Estado americano, John Kerry, visitou Hiroshima no mês passado para homenagear as vítimas da bomba atômica lançada pelos EUA na cidade durante a Segunda Guerra Mundial. Essa foi a a primeira homenagem de um alto cargo de Washington aos mortos desse episódio.

A visita de Obama a Hiroshima está agendada para o dia 27 de maio, junto com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, com o objetivo de ilustrar “seu compromisso de buscar a paz e a segurança de um mundo sem armas nucleares”, explica em comunicado o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

Em artigo na plataforma de blogs Medium, o assessor adjunto de segurança nacional de Obama, Ben Rhodes, afirma que a Casa Branca acredita ser “o momento adequado” para uma visita do presidente a Hiroshima e a seu Parque da Paz, dedicado às vítimas da bomba atômica.

“Obama não revisará a decisão dos EUA de usar a bomba atômica no final da Segunda Guerra Mundial, mas oferecerá uma visão de futuro”, diz Rhodes.

Hiroshima foi alvo do primeiro bombardeio atômico da história, realizado por aviões americanos no dia 6 de agosto de 1945. Além de Hiroshima, os EUA lançaram uma segunda bomba atômica sobre a cidade de Nagasaki, no sudoeste do arquipélago japonês, em 9 de agosto de 1945, o que forçou a rendição do Japão seis dias depois e pôs fim à Segunda Guerra Mundial.

A maioria dos japoneses (70%) quer que Obama visite Hiroshima, segundo uma pesquisa realizada pela rede de televisão pública japonesa NHK divulgada nesta terça-feira.

EFE/Shawn Thew

Obama visitará entre os dias 21 e 28 de maio Vietnã e Japão, onde comparecerá à cúpula de países do G7 que acontecerá nos dias 26 e 27 de maio no parque natural Ise-Shima.