Acidente de avião em Taiwan deixa 16 mortos e 27 desaparecidos

  • Por Agencia EFE
  • 04/02/2015 07h48

(Atualiza com número de mortos e mais detalhes desde Taipé)

Taipé (Taiwan), 4 fev (EFE).- Pelo menos 16 pessoas morreram, 15 estão feridas e 27 não foram localizadas após a queda de um avião da companhia aérea taiuanesa TransAsia no rio Jilong, em Taipé, segundo dados do governo local.

O avião, no qual viajavam 58 passageiros -entre eles cinco tripulantes e três crianças-, caiu no rio após realizar um giro brusco e atingir um viaduto quando se dirigia para a ilha taiuanesa de Kinmen. As causas do acidente são desconhecidas.

A operação de salvamento conseguiu retirar das águas do rio e áreas próximas 25 pessoas, entre elas uma criança de três anos.

Os feridos foram levados para oito hospitais próximos, enquanto continuam os trabalhos de resgate, já que ainda existem passageiros presos na aeronave.

O avião, um bimotor turboélice ATR-72 de fabricação franco-italiana, foi construído em abril do ano passado e tinha passado por sua última revisão em 26 de janeiro, segundo confirmou um representante da Aviação Civil Aeronáutica da ilha.

Em sua queda, o avião bateu em um táxi com a ponta de sua asa esquerda antes de atingir o viaduto e cair nas águas do rio.

O motorista do táxi e uma passageira ficaram feridos e foram transferidos para um hospital próximo, mas estão fora de perigo.

Segundo testemunhas, o piloto tentou retomar o controle do voo antes do avião se chocar com a ponte.

O piloto do avião enviou três mensagens para a torre de controle indicando situação de extremo perigo pouco após decolar do aeroporto Songshan, em Taipé, informou a Administração de Aviação Civil de Twaian, que já iniciou uma investigação sobre as causas do acidente.

O local do acidente está a apenas cinco quilômetros da pista de decolagem, segundo a agência taiuanesa “CNA”.

Trata-se do segundo acidente envolvendo essa companhia aérea taiwanesa em menos de um ano, depois que 48 pessoas morreram em julho do ano passado na queda de um avião do mesmo modelo.

Na ocasião, a aeronave se acidentou quando precisou realizar um pouso de emergência nas ilhas Penghu por causa das más condições atmosféricas devido à passagem do tufão Matmo. EFE

flp/dk