Acordo imigratório deve ser parte de pacto entre Reino Unido e UE, diz premiê

  • Por Estadão Conteúdo
  • 28/07/2016 12h46
Theresa May

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, afirmou que qualquer acordo futuro sobre cooperação entre o país dela e a União Europeia precisa levar em conta “a clara mensagem” do voto pela saída do país do bloco em relação ao controle imigratório.

Após se reunir nesta quinta-feira com o premiê da Eslováquia, Robert Fico, cujo país detém a presidência rotativa da UE, May disse que o Reino Unido também deseja “o melhor acordo possível em comércio de bens e serviços”. Segundo ela, o voto pela saída do bloco pode ser “uma oportunidade para intensificar” as relações econômicas com os parceiros da UE, mas “nós devemos ser impulsionados pelo que é do melhor interesse do Reino Unido, não por modelos que já existem”.

O acesso ao mercado único europeu, de 500 milhões de pessoas e do qual depende a economia britânica, e a imigração devem estar entre os temas mais delicados para as relações futuras.